A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/08/2013 20:31

Náutico e Galo empatam em jogo sem emoções

Vinícius Squinelo

A fase continua ruim, tanto para Náutico quanto para Atlético-MG. Os pernambucanos estão na última posição da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e convivem com a corda no pescoço - nunca deixaram a zona de rebaixamento nesta temporada. O Galo, que ainda comemora a conquista da Taça Libertadores, desde que bateu o Olimpia, nos pênaltis, não sabe o que é conquistar uma vitória. Com o empate por 0 a 0, neste sábado, na Arena Pernambuco, em confronto válido pela 13ª rodada da competição nacional, já são cinco jogos, com três derrotas e dois empates. No último lance do jogo, em uma disputa no alto, João Felipe reclamou de falta de Jô, mas acabou acertando a bola com um soco - os atleticanos queriam a marcação do pênalti. O árbitro do Rio Grande do Norte Ítalo Medeiros de Azevedo nada marcou. Após o jogo, o atleta do Timbu alegou que não teve a intenção de botar a mão na bola.

- Ele me deu uma cotovelada, eu tentei me proteger, e a bola bateu na minha mão - disse João Felipe.

Para a partida, os treinadores armaram as equipes, pelo menos na teoria, respeitando muito os adversários. O Náutico, em situação muito complicada na tabela de classificação, entrou com a obrigação de marcar pontos. Desta forma, perder seria uma tragédia. Zé Teodoro, antes do início do jogo, anunciou que esperaria o Atlético-MG e buscaria apenas as jogadas de contra-ataque. Já Cuca, comandante do Galo, na ausência forçada de Diego Tardelli, lesionado, optou por uma formação mais defensiva, com quatro volantes no meio-campo (Pierre, Josué, Richarlyson e Rosinei). Tudo para, segundo o próprio treinador, ser mais competitivo em jogos fora de casa.

Com tantos jogadores defensivos, era de se esperar um jogo truncado, cheio de faltas e, principalmente, com poucas chances de gol. E foi o que aconteceu. Náutico e Atlético-MG não conseguiram empolgar o bom público (19.997 pagantes, para uma renda de R$ 508.430) que marcou presença na Arena Pernambuco. Os dois seguem em posição ruim na tabela de classificação. O Galo é o 16º, primeiro fora da zona de rebaixamento, com 12 pontos ganhos, enquanto o Timbu permanece na lanterna, com somente oito pontos.

As duas equipes voltarão a campo nesta quarta-feira, às 19h30m (de Brasília). Na próxima rodada, o Atlético-MG receberá o Bahia, no Independência, e o Náutico vai a Santa Catarina, onde enfrentará o Criciúma.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions