A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/06/2010 13:05

Operário vence, mas amarga na Série B

Redação

No último jogo das semifinais do Estadual de Futebol da Série B, marcado pela confusão e pelo atraso, o Operário venceu o Maracaju esta manhã no Morenão por 1 a 0, mas não conseguiu o acesso para a Série A por um gol e amargará mais uma temporada na segunda divisão.

A partida começou com 45 minutos de atraso em função da falta de policiais militares. De acordo com o comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Sebastião de Oliveira Bueno, a maior parte do efetivo da PM foi destacado para a segurança da partida do Brasil na Copa nesta tarde.

Com isso o Campeonato Estadual da Série B, um dos poucos do país que vai contra a determinação da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para as federações estaduais de não marcarem partidas durante a Copa do Mundo, ficou em segundo plano.

Enquanto jogadores, árbitros e jornalistas esperavam o início do jogo, alguns torcedores, revoltados com o atraso e a condição do time, tentaram linchar o presidente do Operário, Toni Vieira, que se defendeu alegando que havia solicitado em ofício o policiamento com 6 dias de antecedência.

Os jogadores do Galo demonstraram garra. O time foi para cima e o primeiro gol aconteceu no final do primeiro tempo, com o artilheiro do time, Julio César. Porém era preciso mais um gol, que apesar da persistência do Galo. Não saiu. O Maracaju conquistou a vaga por ter apenas um gol a mais de saldo.

Após o resultado, a diretoria do Operário garantiu que o time "vai ter de se reestruturar" e que a desclassificação pode gerar uma "reviravolta de vez" no Galo, que pode abandonar o futebol profissional pela falta de recursos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions