ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Esportes

Para alegria de adultos e crianças, álbum da Copa chega às bancas da Capital

Nem mesmo o alto custo dos itens diminuiu a procura de colecionadores apaixoados

Jhefferson Gamarra e Cleber Gellio | 22/08/2022 15:43
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Um dos itens mais aguardados da Copa do Mundo 2022, que será realizada no Catar, finalmente está disponível nas bancas de Campo Grande. O álbum de figurinhas oficial do maior evento esportivo do planeta já pode ser comprado em diversos pontos físicos da Capital, para alegria de todas as gerações de colecionadores.

Produzida pela editora Panini, a única versão disponível nas bancas é o álbum comum, de capa cartão.  Em Campo Grande, o kit de álbum + 20 pacotes de figurinhas está sendo vendido por R$ 80. Por enquanto o álbum não está sendo vendido de maneira avulsa, mas a previsão é de que até o dia 26 de agosto, os colecionadores poderão adquirir o caderno a R$ 12, enquanto a de capa dura, que tem previsão de chegada no dia 2 de setembro custará R$ 44,90. Já os pacotes de figurinhas, com 5 unidades, estão a R$ 4.

Kit de figurinhas + albúm exposto em um banca na região central (Foto: Marcos Maluf)
Kit de figurinhas + albúm exposto em um banca na região central (Foto: Marcos Maluf)

Nem mesmo o preço salgado dos itens diminuiu a procura dos colecionadores. Segundo a editora, o álbum conta com 670 cromos, sendo 50 especiais e 80 extras.  Levando em conta o valor atual do pacote de cromos, o colecionador teria que desembolsar, no mínimo, R$ 536 para adquirir 134 pacotes com 670 figurinhas para preencher álbum. Isso sem levar em consideração a altíssima probabilidade das figurinhas serem repetidas.

Com figurinhas em mãos, vendedor comemora alta procura dos intens na Capital (Foto: Marcos Maluf)
Com figurinhas em mãos, vendedor comemora alta procura dos intens na Capital (Foto: Marcos Maluf)


“Já estou na terceira remessa, as vendas estão muito forte. Não é nada atípico porque toda copa é assim. O fator interessante é que antes eu vendia para uma molecada que hoje vem com os filhos comprar figurinha”, frisou o empresário Geovane Viegas, que há 19 anos mantém a Banca Elite, localizada no cruzamento da Rua Maracaju com a 13 de junho. No local, além da venda dos itens, todo sábado e domingo, das 8h às 17h, colecionadores se reúnem para trocar figurinhas.

Cada uma das 32 equipes classificadas para o torneio é representada por 18 jogadores, oito a menos do que o total de convocados por cada seleção para a Copa. No álbum, além dos atletas individuais, há também a foto da equipe toda, o logotipo da federação de futebol, detalhes da jornada de cada país até a Copa e o calendário do torneio.

Pela segunda copa consecutiva, pai e filho pretendem completar o albúm da Copa (Foto: Marcos Maluf)
Pela segunda copa consecutiva, pai e filho pretendem completar o albúm da Copa (Foto: Marcos Maluf)

Colecionador das antigas, o trabalhador da construção civil, Dario Ricciardelli, 46 anos, pela segunda Copa consecutiva contará com a parceria do filho de 10 anos para completar o álbum. “Desde criança a Copa do Mundo pra mim é um momento muito bacana. Nem precisei influenciar meu filho por que ele sempre gostou de futebol, inclusive treina e joga. Eu sou mais perna pau”, brincou.

Os pacotinhos de figurinhas sofreram com a inflação em relação às Copas anteriores. Em 2014 foi vendido a R$ 1; em 2018 a R$ 2 e agora está R$ 4, todos com 5 cromos. “Está um pouco salgado, se estivesse um preço melhor mais pessoas poderiam colecionar, com o preço atual da uma pesada no orçamento”, pontuou o colecionador.

Para conseguir completar o álbum, pai e filho deram dicas de como economizar e conseguir as figurinhas mais difíceis. “Faço por hobby, nunca cheguei a comprar por valor absurdo, mas já cheguei a trocar 20 figurinhas por 1 que eu precisava. A dica é trocar uma rara, como as cromadas que são mais difíceis de sair, por outras em maior quantidade”, sugeriu o pai.

Figurinha de atelta da Turquia aberta por colecionador em Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)
Figurinha de atelta da Turquia aberta por colecionador em Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)

A dica inclusive foi adotada na Copa de 2018 para conseguir preencher todos os espaços do álbum. “Completamos na Copa passada, mas a figurinha mais difícil de encontrar foi uma do brasão da Seleção Brasileira”, disse o filho, Felipe Mazini Ricciardelli, que está ansioso para completar mais um álbum.

A equipe de reportagem do Campo Grande News percorreu alguns pontos da cidade para encontrar os itens. Além da banca citada na matéria, foram encontrados os kits em bancas localizadas na Rua Marechal Rondon com a 14 de Julho; na Rua Antônio Maria Coelho com a 25 Dezembro e na Rua Dom Aquino com Padre João Crippa.

Em todos os locais, o álbum é vendido apenas no modelo kit, com 20 figurinhas. O valor é padrão a R$ 80 e os pacotinhos avulsos com 5 cromos é vendido a R$ 4. Há também a possibilidade de adquirir os produtos pela internet, no site da editora Panini, onde há várias opções de álbuns e kits disponíveis.

Nos siga no Google Notícias