A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/05/2014 08:00

Para disputar Mundial de canoagem, atletas de MS vendem até rifa

Helton Verão
Rafael Girotto e Gustavo Figueiró foram campeões brasileiros em dupla em 2013,  agora no individual embarcam para Itália Rafael Girotto e Gustavo Figueiró foram campeões brasileiros em dupla em 2013, agora no individual embarcam para Itália

Dois atletas da canoagem de descida de Mato Grosso do Sul disputam de 8 a 14 junho, em Valtellina, na Itália, o Campeonato Mundial da modalidade. Para conseguir viajar e realizar o sonho de disputar o campeonato mais importante da canoagem, Gustavo Miranda Figueiró e Rafael Girotto tiram dinheiro do próprio bolso e até vendem rifa, com produtos doado pelos amigos.

Aos 31 anos, Figueiró, começou a praticar a canoagem há dois anos, quando adquiriu um barco, mas a coisa ficou mais séria a cerca de um ano, quando disputou o estadual em Nioaque. Mas na verdade, esta competição serviu para Gustavo descobrir que ainda precisava aprender muito. Acostumado a treinar no lago de água parada do Parque das Nações, ele conta que male mal conseguiu ficar em cima da canoa, na disputa em água corrente.

“Depois disso, pedi ajuda ao meu amigo Rafael, ele me deu alguns treinos. E de forma até inesperada, agora estou aqui a beira de disputar um Mundial”, conta Figueiró, que até campeão brasileiro nas duplas foi, ao lado de Girotto.

Sem patrocínios, o canoísta está vendendo uma rifa, onde pretende levantar até R$ 7 mil para custear sua viagem. São 13 prêmios, todos doados por amigos. “Não queria pedir dinheiro pra ninguém, a rifa está sendo um motivo de pedir ajuda dos amigos”, comenta Gustavo. Cada bilhete da rifa está sendo vendido por R$ 25.

A amizade dos canoístas começou justamente nesta etapa, onde Gustavo pediu ajuda nos treinos a Rafael, que já está no esporte desde 2008.

“Após a disputa do Estadual do ano passado em Nioaque, onde fui campeão, o Gustavo me pediu umas dicas de treino. E então começou nossa amizade”, revela Girotto, 23 anos.

Sempre vendo seu pai remar, Rafael acabou se apaixonando pelo esporte. “Desde meus cinco anos pratico. Via meu pai praticando e aprendi a gostar, já nasci no esporte”, ressalta o atleta. Com alguns patrocinadores, Girotto vai desembolsar parte do dinheiro que faltar para a viagem.

No currículo, destaque para o vice-campeonato sul-americano. E o próprio segundo lugar no brasileiro que foi disputar no início do mês. Na ocasião Figueiró ficou com a 3ª colocação.

Gustavo, resolveu apostar na carreira de canoísta aos 30 anos e um ano depois irá disputar MundialGustavo, resolveu apostar na carreira de canoísta aos 30 anos e um ano depois irá disputar Mundial
Girotto, aos 23 anos, já é mais experiente, profissionalmente disputa provas desde 2008Girotto, aos 23 anos, já é mais experiente, profissionalmente disputa provas desde 2008

Foco – Os atletas tem estudado junto o local das provas, o rio Valtellina River, através de vídeos. “Estamos avaliando através de vídeos. Neste mesmo rio foi disputado o campeonato Europeu do ano passado, além de outros eventos testes”, comenta Rafael.

Além dos dois sul-mato-grossenses, as provas serão disputadas por mais cinco brasileiros. A prova que Rafael e Gustavo irão disputar terá mais de 100 concorrentes.

Quem tiver interesse em ajudar na rifa de Gustavo pode entrar em contato com o atleta através de seu perfil no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions