A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/08/2010 16:44

Pista ganha contornos "únicos" para Mundial de Motocross

Redação

Quando a poeira vermelha das obras da etapa brasileira do Campeonato Mundial de Motocross começa a se dissipar é possível ver o tamanho do evento que reunirá em Campo Grande nos dias 21 e 22 de agosto os melhores pilotos e motos do planeta.

A pista, de 1.650 metros de extensão, já está quase pronta. Na sexta, a primeira moto irá experimentar o novo circuito, de padrão internacional e único no Brasil. A estréia da pista fica a cargo de seu criador, Justin Barclay, construtor das pistas do Mundial.

Montado em seu quadriciclo, Barclay explica como será a pista. Dois pontos altos nos extremos, com uma grande depressão no meio, em forma de "bacia". As disputas acontecem no sentido anti-horário, padrão europeu.

São seis pontos de "high jump", ou saltos altos, que podem chegar a 30 metros de altura e três seções de curvas nunca construídas antes em provas de Motocross no Brasil. A pista contará ao todo com 25 mesas, pontos para saltos.

De acordo com Frederico Carli, diretor da Bracco Internacional, empresa detentora dos direitos do Campeonato na América do Sul, as competições se dividem em duas categorias: MX1 e MX2. Cada uma contará com duas baterias.

"Mas além das quatro disputas estamos preparando duas surpresas espetaculares para o público de Campo Grande", diz Frederico. Segundo ele, as "surpresas" são exclusivas para a prova do Brasil.

Os trabalhos para colocar tudo em ordem, segundo ele, continuarão até o último dia. Com relação à estrutura da prova, Frederico acredita que tudo estará pronto dias antes das provas. A pista, porém, receberá atenção especial diariamente, com o uso de caminhões pipa, que terão a missão de acabar com a poeira vermelha.

A área total do Motódromo é de quase 100 mil metros quadrados e está localizado entre o Parque dos Poderes e a Avenida Ministro João Arinos. Contará com estacionamento, praça da alimentação, centro de imprensa, torre de cronometragem e paddock para abrigar o pessoal das equipes, veículos, oficiais de prova e convidados. A prova será televisionada e transmitida ao vivo para 121 países.

A expectativa é de que 50 mil pessoas compareçam ao evento, sendo 12 mil turistas de fora do Brasil. A etapa brasileira será a antepenúltima do Campeonato Mundial de Motocross e poderá decidir os campeões da competição por antecipação.

Os ingressos

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions