A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/12/2012 23:57

Sem dinheiro da TV, clubes apostam em patrocinadores

Gabriel Neris
Estadual 2013 foi apresentado durante evento em hotel de Campo Grande (Foto: Gabriel Neris)Estadual 2013 foi apresentado durante evento em hotel de Campo Grande (Foto: Gabriel Neris)

Com um único representante na quarta divisão do futebol brasileiro, a esperança de ver um time do Estado em ascensão ressurgiu na noite desta segunda-feira (10) com o lançamento do Campeonato Estadual de 2013 no Novotel, em Campo Grande. Sem repasse da emissora detentora dos direitos de transmissão, os clubes se apegam à possibilidade de expor a marca de seus patrocinadores na telinha em pouco mais de três meses.

O contrato vigente entre FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) e TV Morena tem duração de quatro anos. Em 2011, foram seis partidas transmitidas ao vivo. A meta é chegar a 12 no ano que vem.

Na oportunidade, foi anunciado o patrocínio da montadora Chevrolet. De acordo com o presidente da FFMS, Francisco Cezário, serão R$ 150 mil investidos pela multinacional. A entidade ficará com 50% desse valor, enquanto o restante terá que ser fatiado entre 14 clubes para “necessidades pontuais”, conforme descreveu Cezário.

Segundo o representante nacional da Chevrolet, Sérgio Gomes, o torneio sul-mato-grossense se juntará a outros 18 Estados que também terão o patrocínio da montadora. “O futebol é nossa maior plataforma de esporte hoje de divulgação da marca. O Estado favorece muito”.

“Todos os campeonatos tem período muito curto. Conseguimos praticamente o Brasil inteiro com as principais praças onde têm transmissão. O retorno a gente vai esperar automaticamente, não estamos visando uma parceria a curto prazo. São dois anos, mas vamos estender seguramente”, complementou Gomes.

De acordo com Eddie Gutemberg, supervisor de promoções e eventos da Rede Mato-grossense de Televisão, a imagem do clube é que estará em exposição, independente do patrocínio e do valor pago.

“A gente está começando a criar uma identidade única, uma programação visual única para o campeonato. Em 2012 foi uma experiência, cada praça, cada sede tinha uma realidade diferente de patrocinador, a forma como ele conseguia expor a sua marca. Esse ano a gente já conseguiu com que cada presidente de clube entendesse a forma de como aplicar a marca do patrocinador na competição”, comentou.

Representante da Chevrolet, Sérgio Gomes, revela que contrato terá duração de dois anos (Foto: Gabriel Neris)Representante da Chevrolet, Sérgio Gomes, revela que contrato terá duração de dois anos (Foto: Gabriel Neris)

O prefeito eleito de Naviraí, Leo Matos, que atualmente é presidente da torcida organiza CEN Loucura, cargo que deixará no dia 31 deste mês, afirma que a transmissão ajudará a amenizar o investimento do recurso público nos clubes. “Tem facilitado muito levar os projetos para as empresas. Bem explicado e mostrando resultados, as empresas vêm. Estamos com facilidade em alocar recursos e captar parceiros, diminuindo o investimento do recurso público e entrando com a iniciativa privada”.

O evento de lançamento do Estadual também contou com a presença do diretor-presidente da Fundesporte (Fundação de Desporte e Lazer de Mato Grosso do Sul), representando o governador André Puccinelli. Custos de arbitragem, hospedagem, transporte e as bolas utilizadas na competição serão bancados pelo governo do Estado.

De acordo com a tabela divulgada pela FFMS, a competição terá início no dia 19 de janeiro (sábado). As finais estão marcadas para os dias 28 de abril e 5 de maio.



Não tem que ficar com nada!!!!!!!!, porque nao faz, nada,nadaa,nadaaa pelo futebol do MS,
não acredito que esta figura esta como presidente da Federação, ainda!!!!!!!!!
 
Rubens Alvarenga em 13/12/2012 22:26:55
Com um futebol decadente em nosso estado a federação vai ficar com 50% do patrocínio?
Fala sério, os times do estado precisa de dinheiro para poder contratar jogadores e pagarem suas comissões técnicas, precisam de incentivos e não tirarem incentivos.
 
EVANILDO RIBEIRO OSSUNA em 11/12/2012 11:02:30
O 50% vai para a federação porque tem gente que precisa colocar mais gado no pasto....simples a resposta.
 
Carlos Ribeiro em 11/12/2012 10:23:16
me parece, que mais uma vez continuamos sem criatividade,sem transparencia, estaca"0"
 
Antonio Rocha em 11/12/2012 09:25:16
UMA PERGUNTA O QUE A FEDERAÇAO IRA FAZER COM 50% DO PATROCINIO? NAO SERIA MAIS JUSTO A FEDERAÇAO FICAR COM 20% E OS CLUBES COM O RESTANTE? É POR ESSAS E OUTRAS Q O NOSSO FUTEBOL NAO DESLANCHA...
 
MILTON OLIVEIRA FERREIRA em 11/12/2012 09:08:59
ue porque a federaçao tem que ficar com metade
 
claudinei braz em 11/12/2012 00:17:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions