A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Setembro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


10/09/2019 06:00

"Gatos" de energia resistem em área da Homex invadida

Marta Ferreira e Humberto Marques
Fiação de energia existe em parte da comunidade formada em área que foi da Homex, no Jardim Centro Oeste. (Foto: Reprodução de laudo pericial)Fiação de energia existe em parte da comunidade formada em área que foi da Homex, no Jardim Centro Oeste. (Foto: Reprodução de laudo pericial)

Gambiarras - Dois meses depois de uma operação com mais de uma centena de integrantes fazer uma varredura nas ligações clandestinas na área invadida que foi da incorporadora Homex, mais de 60% dos moradores conseguiram religar a energia de forma clandestina. Os que conseguiram tiveram de comprar fios do próprio bolso, pois eles haviam sido retirados do local.

À moda antiga - Entre os outros 40% que não conseguiram religar os gatos, o jeito está sendo apelar para formas já em desuso de ter pelo menos iluminação nas moradias. Uma delas é o uso de lamparinas.

Emocional - A Defensoria Pública está tentando fazer com que a Justiça determine a regularização da situação de quem vive na área invadida. Em recurso apresentado ao Tribunal de Justiça, são anexadas até fotos de remédios usados pelos moradores, na tentativa de convencer os magistrados da necessidade de abastecimento.

À espera - Obrigado por decisão judicial a tirar de seu site matéria sobre processo por corrupção ativa contra o deputado estadual Marçal Filho (PSDB/MS), o MPF (Ministério Público Federal) recorreu da determinação. Mas ninguém fala a respeito até haver uma decisão.

De volta - O Cremec (Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará) anulou cassação aplicada ao médico Pedro Marilto Vidal de Paula, em cumprimento a decisão do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região). Vidal era responsável pelo extinto hospital Med New, em Campo Grande, e foi alvo de série de punições aplicadas desde 2005 pelo conselho sul-mato-grossense por infrações ao Código de Ética Médica, como diagnósticos errados e encaminhamento de pacientes a colegas em exercício irregular.

 

Podia - No acórdão que resultou na revogação da cassação, de março deste ano, o desembargador federal Johonsom di Salvo decidiu que a emissão de laudo de exame assinado sem identificação e número de registro profissional – fato ocorrido em 2009 e confessado por Pedro Vidal de Paula – não era vedado pelo Código de Ética vigente na época. Apesar de publicada pelo Cremec, a anulação deriva de processo ético instaurado pelo CRM/MS. O médico segue impedido de exercer a Medicina, pois teve o direito cassado em decorrência de outro processo.

Detran - Vidal de Paula ainda se envolveu em irregularidades fora das clínicas. Em 2009, ele foi condenado por adulterar informações para receber o DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Em 2016, foi um dos intimados pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) para depor na segunda fase da Operação Midas, que investiga crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica.

Sob nova direção – Um dos setores que mais avança no Estado, a indústria de papel e celulose elegeu, em chapa única, seus representantes sindicais. Diretor de Recursos Humanos, Sustentabilidade e Comunicação da Eldorado Brasil, Elcio Trajano Junior foi eleito ontem presidente do Sindicato das Indústrias de Papel e Celulose de Mato Grosso do Sul.

Lupa – Em um segmento dominado pelas gigantes em Três Lagoas –Fibria e a própria Eldorado–, o Sinpacems fala em mapear as menores empresas do setor de celulose e papel. A intenção, afirma o novo presidente, é direcionar “um olhar muito forte” para ajudar essas empresas a crescerem.

Não precisa - Medida provisória do governo Jair Bolsonaro, oficializada nesta segunda-feira, vai facilitar a vida das autoridades públicas em relação à condução das licitações. Não é mais obrigatório publicar os editais em jornais impressos, medida válida para União, Estados e municípios.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions