A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/01/2020 06:00

"Pacotão" de R$ 3 bilhões anima cúpula do governo

Ângela Kempfer e Marta Ferreira
Secretário especial de Articulação Política do governo de MS, Sérgio de Paula. (Foto: Paulo Francis)Secretário especial de Articulação Política do governo de MS, Sérgio de Paula. (Foto: Paulo Francis)

Gigante - O pacote de obras a ser lançado pelo governo de Mato Grosso do Sul deve ser o maior de todos os tempos, garante o secretário especial de Articulação Política, Sérgio de Paula. Ele é um dos mais animados com o “combo” que será lançado em 6 de março, com mais de 3 bilhões de reais em investimentos previstos.

De cabo a rabo – Além do valor, a abrangência é outro destaque, comemora o secretário. “Eu posso dizer com muita tranquilidade: dentro do estado de Mato Grosso do Sul nunca houve um investimento nessa totalidade. E não tem cor partidária. Vão ser atendidos os 79 municípios do Estado”, diz.

Zica total - Sorte, definitivamente, não faz parte da rotina do Paraguai. Depois da vergonhosa fuga em massa de 74 integrantes do PCC, o presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, pegou dengue. Ele começou a passar mal na terça-feira, mas não era só estresse diante das más notícias.

Picado - Durante viagem pelo País, ele só conseguiu cumprir uma das 5 atividades agendadas. Depois de sentir dores, tonturas e ter febre, foi rapidamente levado para Assunção. Passou por bateria de exames e o diagnóstico veio rapidinho: foi picado pelo mosquito.

Emergência - Ainda sobre o Paraguai, o presidente do Senado, Blas Llano apresentou ontem (22) projeto para declaração de estado de emergência no departamento de Amambay, por 75 dias. Foi mais um efeito da fuga de 76 membros do PCC.

Medo generalizado - A alegação para o pedido é "comoção interna gerada pela fuga maciça de criminosos de alto risco". O senador paraguaio argumenta que a situação põe em risco o funcionamento dos órgãos institucionais, a proteção da liberdade e os direitos das pessoas e à propriedade.

Zica total 2 - Minas Gerais também enfrenta uma onda de azar daquelas. Depois de morte de 4 por conta de cerveja contaminada, os mineiros começaram a investigar um caso de Coronavírus, que já matou 17 na China. Mas por aqui a coisa anda tranquila. Em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Saúde informa que não há qualquer motivo para preocupação.

Fica pra depois - A comissão nomeada pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) havia marcado para segunda-feira (20), uma segunda reunião para discutir a implantação do juiz de garantias, previsto no pacote anticrime sancionado em dezembro. Como a medida foi adiada, a reunião nem chegou a ocorrer.

Sem prazo - Criticada por boa parte da magistratura, e bem recebida por uma minoria, a figura do juiz que atua só na fase de investigação de denúncias criminais, agora não tem prazo para ser debatida. Liminar de ontem do Supremo Tribunal Federal adiou indeterminadamente a entrada em vigor da medida. Com isso, o grupo de estudos criado em âmbito estadual também fica em suspenso, como apurou a coluna

Pedido- Dono da Compnet, que criou o Sigo, sistema de informações usado por todas as forças de segurança estaduais, o empresário Adriano Chiarapa afirma que tenta, há um ano, conseguir implantar no Ciops (Centroi Integrado de Operações de Segurança) um novo módulo da tecnologia. De acordo com ele, há resitência interna no Centro. O programa é alvo de ação movida pelo Ministério Público que conseguiu decisão recente suspendendo o repasse mensal do governo do Estado.

 

 

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions