A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


19/06/2018 06:00

"Ressaca suíça" nas agendas públicas

Anahi Gurgel, Mayara Bueno, Humberto Marques e Kleber Clajus

Baque – O empate com a Suíça na estreia da Copa-2018 foi assunto nas agendas políticas desta segunda-feira (18). Até o ministro Rossieli Soares (Educação), que veio à Capital para evento ao lado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), não deixou o tema passar: ao microfone, admitiu que “a manhã poderia ser melhor para o Brasil”.

Desanimou – O secretário Carlos Alberto Assis (Administração) foi outro a lamentar o placar: para ele, o placar em Rostov on Don no domingo (17) faz com que o torcedor “até perca a vontade” de acompanhar os comandados de Tite. Entre políticos ouvidos pelo Campo Grande News antes do jogo, nenhum apostou em resultado diferente da vitória do Brasil na estreia.

Vanguarda – Quando o foco foi institucional, o ministro foi só elogios para Mato Grosso do Sul. Para Rossieli, o Estado assumiu protagonismo nacional ao entregar o Currículo MS –que unifica grades nas redes educacionais e trouxe um estudo com comunidades escolares sobre competências e métodos de ensino a serem adotados.

Cordão – Marquinhos Trad (PSD) mantém a crença de que não terá influência na transferência de votos para candidatos ao governo estadual. “Isso é subestimar a capacidade do eleitor”, afirmou o prefeito, que prosseguiu. “Eu posso até ser seguido por puxa-sacos de cargos em comissão, mas influenciar nunca vou para um cara colocar adesivo (no carro)”, brincou.

Multitarefas – O prefeito é só elogios para a coordenadora do Reviva Campo Grande, Catiana Sabadin, que na sua avaliação deixou as apresentações do programa de recuperação do Centro irresistíveis. “Se você acham que o David Cooperfield é bom, assistam a Catiana que é mágica e malabarista”, pontuou.

Coletânea – As solenidades para entrega de reformas das Escolas da Autoria em Campo Grande, durante a tarde de segunda-feira, fez com que grandes nomes da música, poesia e literatura brasileira e mundial fossem constantemente lembradas em discursos ou apresentações musicais.

Versões – “Sonho que se sonha só é só um sonho, mas sonho que se sonha junto é realidade”, sentenciou Reinaldo Azambuja na Escola Severino Ramos de Queiroz, usando frase de Miguel de Cervantes (autor de “Dom Quixote”) eternizada por John Lennon e propagada por Raul Seixas na música “Prelúdio”.

Lobato – Já na Amélio de Carvalho Baís, na Coophatrabalho, foi o líder do PSDB na Assembleia Legislativa, Professor Rinaldo, quem buscou inspiração na literatura. “Um país se faz com homens e livros”, afirmou, rememorando Monteiro Lobato para reforçar a importância da educação na sociedade.

Coletiva – Ainda na Coophatrabalho, Reinaldo deu entrevista a alunos da escola, a ser publicada no jornalzinho montado pelos estudantes, que se saíram bem como repórteres ao questionar o governador se haveria risco, em caso de ele não se reeleger, de o Escola de Autoria acabar. “Seria preciso revogar a lei. E o resultado está sendo muito bom para o Estado”, respondeu.

Prévia – Movimentação na semana passada no cruzamento na avenida Lúdio Martins Coelho com a rua Petrópolis, no Oliveira, chamou a atenção de motoristas e moradores. Ali, técnicos pareciam instalar um radar para fiscalização de trânsito. Tratava-se, porém, de teste em escala real de equipamento da primeira colocada na licitação, em fase de finalização.

Com reajuste em risco, retaliação começa na Câmara
Retaliação – Nos bastidores, a conversa é de a derrubada dos vetos ao Plano Diretor de Campo Grande, por parte dos vereadores, ocorreu em retaliação ...
Duas prefeituras podem dar calote em servidores
Quem serão? – Duas prefeituras de Mato Grosso do Sul, não reveladas pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios), deixam seus servidores até quint...
Prefeito é gente como a gente no fim de ano
Amigo oculto - Marquinhos Trad reuniu a turma da prefeitura de Campo Grande para confraternização de fim de ano em um almoço de domingo, em salão de ...
Diplomação tem "clima universitário" e Bolsonaro "presente"
Festa – Realizada na mesma época das colações de grau de universitários, a diplomação dos eleitos neste ano teve um quê desse tipo de festa. A platei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions