A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/05/2018 06:00

A greve dos caminhoneiros e os caroneiros

Marta Ferreira

Palanque rodoviário - A crise do combustível, que há uma semana domina o noticiário do País, com reflexos em todas as áreas, virou, obviamente, pauta para a disputa eleitoral de outubro. O palco político já está armado, em nível estadual e nacional. Não vai faltar quem se aproveite do movimento inédito dos caminhoneiros, com apoio de parte do empresariado, para fazer campanha.

Indireta - Figura essencial nos embates políticos do governo Temer, o ministro Marun, por exemplo, chamou a atenção para o papel do Legislativo em relação às reivindicações. Disse, em resumo, que essa conta não é só do Governo Federal.

Cada um no seu papel - Em vídeo gravado de dentro de um avião, citou que o governo não é contra a isenção de PIS, Cofins e Cide, como pedem os manifestantes. Mas argumentou que isso precisa ser aprovado pelo Congresso.

Gabinete de crise – A situação ganhou tamanha proporção que fez o governo estadual mobilizar a cúpula e garantir que estivesse todo mundo na Governadoria em pleno sábado à tarde. O expediente só terminou perto das oito da noite. 

Carona amiga 1 - O tamanho alcançado pelo movimento dos caminhoneiros logo atraiu quem nunca nem tinha falado do assunto. Candidato do PDT, o juiz aposentado Odilon de Oliveira, fez textão na rede social, alinhado com os pedidos que estão sendo feitos nos protestos.

Carona amiga 2 - Movimentos como Vem pra Rua, que estavam um tanto adormecidos, convocaram protestos também, na rabeira da paralisação nas rodovias. O primeiro, na sexta-feira, não teve muito sucesso. O segundo, no domingo, alcançou um pouco mais de adesão, mas bem longe das concentrações à época do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Carona amiga 3 – Para esta segunda-feira, está convocado um protesto do “Movimento Família Brasileira”, em todas as capitais. Em Campo Grande, o chamamento é para a Praça do Rádio, a partir das 9h.

QG – O posto Caravágio, no anel viário de Campo Grande, transformou-se em um dos principais pontos de concentração dos caminhoneiros, desde o domingo passado, quando quem estava em viagem começou a parar, atendendo a convocação nacional

Sem estoque - No local, uma situação parodoxal: não havia mais gasolina nem álcool nas bombas desde sexta-feira. Mas o diesel, combustível mais usado pelos manifestantes parados por ali, estava sobrando nas bombas.

Fartura - O que não falta no ponto de manifestação é comida, principalmente churrasco. A ponto de os caminhoneiros brincarem que muitos vão voltar para casa muito mais gordos do que já são. "É almoço o dia inteiro", brincou um deles à reportagem do Campo Grande News.

Müller também deu trabalho para seleção
Nosso Neymar - Durante mesa redonda em que se comentava o comportamento de Neymar em jogos da Seleção Brasileira, o sul-mato-grossense e ex-atacante ...
Revolta crente insere jornal na "Macumba Braba"
"Revolts" - Reportagem publicada pelo Lado B, rendeu ao Campo Grande News uma enxurrada de ataques na quinta-feira (21) de fiéis da Igreja Aliançados...
Servidor não quer mais folga da Copa
Prospecção – Henrique Meirelles estará na segunda-feira (25) na Capital, onde se reúne às 17h com lideranças do MDB na sede do partido para discutir ...
Os bichos rendem histórias na Câmara
Ornitólogo - Se achar um gambá causou risos na Câmara Municipal, as imagens do resgate de um pássaro pelo presidente da Casa de Leis João Rocha (PSDB...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions