A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/04/2013 06:00

A ira dos estudandes de MS contra Dilma

.

Escolhidos - Dilma Rousseff (PT) deve dar carona ao governador André Puccinelli e à vice-governadora Simone Tebet, ambos do PMDB, de helicóptero na manhã de hoje. Os 3 sairão da Base Aérea e irão até o Jóquei Clube. A primeira visita da presidente ao Estado acontece nesta segunda-feira e deve durar das 9h30 até às 12h.

Uniformizados - O PT convocou toda a militância para uma carreata até o Jóquei Clube de Campo Grande. Em comunicado no fim de semana, o diretório pediu aos filiados que fossem de camiseta vermelha. No local, a presidente vai entregar de forma simbólica os 300 ônibus escolares que vão atender Mato Grosso do Sul.

Protesto - Mas a recepção não deve ser de toda amistosa. Alunos do Instituto Federal organizaram uma manifestação para cobrar o término da construção do campus de Campo Grande. Para sorte de Dilma, o protesto é convocado para o aeroporto da cidade. Os estudantes não sabem que presidente desembarca é na Base Aérea.

Sem condições - O grupo reclama da falta de estrutura no espaço improvisado para as aulas em Campo Grande. Dizem que não há laboratórios de informática, eletrotécnica e mecânica. Também denunciam falta de professores e de salas de aula. Ainda garantem que quando chove, quem estuda no IFMS passa bom tempo incomodado com as goteiras.

Exibido - Como apoiador do evento da rádio Blink no domingo, a prefeitura usou como pode a aglomeração de pessoas para fazer propaganda política. Panfletos forraram o chão na área da antiga ferroviária e banners exibiam a figura de Alcides Bernal com criancinhas, trabalhadores e até com a presidente Dilma.

Não sou ele - A fama do vereador Chocolate atravessa fronteiras. O diretor do Circo Troy, Edimilton Bezerra dos Santos, também é conhecido como Chocolate. Em confusão envolvendo a instalação do circo no fim de semana, ele foi logo avisando que não era o vereador e provável secretário municipal da Juventude.

Que estratégia - O prefeito Alcides Bernal (PP) reclama dos meios de comunicação, mas a sua assessoria não o ajuda. A primeira grande iniciativa para combater as pichações na Capital foi lançada pela Fundac e Guarda Municipal no sábado à noite. Ou seja, perdeu a oportunidade de divulgar a ação nas emissoras de TV, que só têm telejornais na segunda-feira, e até nos jornais impressos que fecham mais cedo no sábado.

Emburrou – Também no sábado, o prefeito estava de mau humor. Ao ser abordado pessoalmente ou por telefone por algum repórter, pedia para identificar o veículo de comunicação. Em um desses casos, a resposta foi curta e grossa: "É do Campo Grande News? Não vou falar", reagiu o chefe do Executivo, que não gosta de ser questionado nem dar explicações sobre os problemas da Capital.

Pega leve - A assessoria de imprensa do prefeito anda preocupada com a repercussão nos jornais. Ainda no sábado, após reunião com os professores, a chefe da assessoria de Bernal apelou para o jornalista do Correio do Estado "pegar leve" com o assessorado.

Resistente - Para provar que a velha rodoviária não morreu, no dia 1º de maio haverá no local o “Travessias – Trabalhadores em trânsito na antiga rodoviária”, uma ação com apoio dos comerciantes que resistiram no local. Haverá emissão de documentos, exames de saúde, corte de cabelo gratuito e atividades culturais.

Vestidos - A campanha "Eu fico pelado para a Isa ser Naked", da sul-mato-grossense Isabela Gimenez, continua rendendo. Depois de 20 mil pageviews de apoio em menos de uma semana e o contrato de trabalho assinado, a Hering deu roupas para vestir os amigos que tiraram a roupa em apoio ao emprego da publicitária.

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


Não é só esse problema do IFMS,os estudantes do Pronatec que têm o curso de Técnico em Administração,ministrado pelo instituto estão sem aula desde o começo do semestre comprometendo o andamento do curso,questionado o coordenador ele alega que o Mec não liberou a verba,o interessante é que alunos de outros cursos ministrado em outras escolas como por exemplo Senac,Hercules Maymone,Jaquim Murtinho...recebem a verba direitinho,porquê só o Instituto que não??Acho que isso merece uma investigação!!!
 
claudete cardoso de jesus em 29/04/2013 21:01:44
De fato, o prefeito está muito mal assessorado mesmo. É muito amadorismo. E tanta gente boa no mercado....
 
Júnior Almeida em 29/04/2013 06:37:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions