ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 24º

Jogo Aberto

Advogado não quer Ari Artuzi dando entrevista

Por Jogo Aberto | 03/12/2010 00:00

Calado

Ao falar da decisão da Justiça de soltar o ex-prefeito Ari Artuzi, o advogado Carlos Marques disse que não gostaria de ver o seu cliente dando entrevistas, por enquanto. A alegação é que Artuzi passou “um tempo longe” e estaria despreparado.

Alegria pré-eleitoral

O PSB irá decidir entre três nomes o seu candidato a prefeito de Dourados, mas um deles tem um trunfo e não consegue disfarçar a felicidade. O deputado estadual eleito, Lauro Davi (PSB), viu pesquisa interna que mostra que ele está bem cotado.

Não mesmo!

Apesar dos rumores insistentes de que ele será candidato, o jornalista Eleandro Passaia, que agiu como agente infiltrado na Operação Uragano, reafirmou, após as renúncias do prefeito Ari Artuzi e do vice Carlinhos Cantor, que não irá disputar a prefeitura de Dourados.

Ato inteligente

Rival político de Ari Artuzi, o deputado estadual Zé Teixeira (DEM) avaliou que a decisão do ex-prefeito de renunciar “foi um ato inteligente” que “colocou um ponto final em uma situação complicada”.

Interrogação

Mesmo com a renúncia de Artuzi e Cantor, sobraram dúvidas com relação a novas eleições em Dourados. Na Assembleia, por exemplo, Zé Teixeira e Youssif Domingos (PMDB), tem interpretações completamente diferentes.

Interpretações

No entendimento de Zé Teixeira, uma nova eleição deve acontecer porque a renúncia foi feita no segundo ano de mandato e sem haver questionamento sobre a lisura do pleito. Já Youssif, defende o princípio da “praticidade e economicidade” para a convocação do 2º mais votado.

Robin Hood

Foi aprovado ontem o regime de urgência para o projeto que muda o regimento interno da Assembleia alterando a composição das comissões permanentes. Na prática, a proposta reduz a participação do PMDB e amplia o espaço dos deputados de partidos de menor representação.

Relógio acelerado

Segundo o autor do projeto, Paulo Duarte (PT), na semana que vem a proposta terá que ser votada na CCJR (Comissão de Constituição e Justiça) e na mesma semana, ou no máximo na seguinte, o projeto terá que ser votado. Como o projeto é de resolução, ele precisa passar apenas por uma votação. A pressa é para a proposta valer para o próximo ano.

Apressadinha

O asfalto novo e a pista livre do trânsito intenso das outras ruas de Campo Grande fez uma motorista na tarde de ontem ignorar a placa de Pista Interditada e “inaugurar” a Ceará dois dias antes do ato oficial.

Pane do futebol

Na manhã de ontem, o site da Federação de Futebol de MS e dos clubes Naviraiense, Águia Negra, Cene e até mesmo o blog da presidência do Operário estavam indisponíveis. No caso do site da federação, a mensagem era de que a conta estava suspensa. Parece que a crise no futebol sul-mato-grossense chegou até a internet.