A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/07/2013 06:00

Alimentos em hospital rendem até prédio no Acre

Edivaldo Bitencourt

Além de MS – A parceria entre dupla que negociou, com preços superfaturados, alimentos para uso oral e parenteral em pelo menos dois hospitais de Campo Grande, rendeu riquezas que cruzam as fronteiras de Mato Grosso do Sul. A fortuna está sendo usada para a construção de um prédio no Acre.

Chapéu alheio - O prefeito de Ponta Porã, Ludimar Novais (PPS) lançou pacote de obras que não tem praticamente nenhum centavo da prefeitura. O dinheiro todo foi conseguido pelo governo estadual, como a construção de casas populares, no valor de R$ 94 milhões.

Surpresa – A CPI da Saúde da Assembleia Legislativa vai, literalmente, superar-se nesta terça-feira. Os deputados estaduais prometem iniciar, às 6h e sob frio intenso, a blitz nas unidades de saúde de Campo Grande. A fiscalização começa pelo Centro Regional de Saúde do Novo Bahia às 6h de hoje.

Alvo - A comissão, presidida por um petista e aliado do prefeito Alcides Bernal, vai ter a oportunidade de conferir de perto quem tem razão: a população que reclama da falta de médicos ou o progressista que diz ter solucionado o problema. A conferir.

Veto – O prefeito Alcides Bernal (PP) vetou três artigos do projeto que incluí a tradicional festa do Bon Odori no calendário oficial de Campo Grande. O veto previa contribuição financeira do município com os festejos. Ele aproveitou o poder da caneta para livrar a prefeitura de qualquer “ônus” no futuro.

Reação – Agora, o prefeito vai precisar de apoio dos vereadores para manter o veto. Como a oposição reina absoluto na Câmara Municipal, Bernal vai precisar de muita articulação para convencer os vereadores a manter o veto que, com certeza, não deve agradar à comunidade japonesa.

Santini – O procurador-geral do Município, Luiz Carlos Santini, segue na corda. O MPE (Ministério Público Estadual) conta respaldo em parecer do CNJ para afasta-lo do cargo. A ação deverá ser apresentada à Justiça até sexta-feira.

Ataque 2 – A OAB/MS foi a primeira a provocar o Judiciário sobre a continuidade de Santini no cargo de principal assessor do prefeito Alcides Bernal. A entidade ingressou ontem com ação civil pública para pedir o afastamento imediato do desembargador aposentado. A Justiça pode se antecipar a Bernal e “demitir” o ex-presidente do Tribunal de Justiça do cargo de procurador-geral do município.

Onde ir - O governador André Puccinelli (PMDB) teve o seu dia de Hamlet, ontem. Inicialmente, ele ia fiscalizar as obras do Hospital Regional na manhã de hoje. Depois, assessoria cancelou o evento. Depois, assessoria ligou para informar que o chefe do Executivo vai para a Secretaria de Administração falar sobre as medidas a serem implementadas da Lei do Acesso à Informação.

Passeando - O prefeito Alcides Bernal viajou a Curitiba (PR), ontem. Ele foi conhecer os projetos de mobilidade urbana na capital paranaense, que deram certo na gestão de Jaime Lenner. De volta a ativa no Facebook, ele não perdeu a oportunidade de criticar os jornais que, segundo o prefeito, só detonam sua administração. Agora, só se os jornalistas fossem vidente para adivinhar o que o chefe do executivo anda fazendo, já que nem sua assessoria sabia da viagem ao Paraná.

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


Concordo com o Bernal, se os japoneses quiserem manter suas tradições, o façam do próprio bolso, caso contrário, nós, de origem germânica vamos pedir dinheiro pra fazermos nossa festa do chopp.
 
Mathias Hanns em 23/07/2013 10:48:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions