ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 29º

Jogo Aberto

Assembleia caminha para reeleger Paulo Corrêa presidente

Por Marta Ferreira, Leonardo Rocha e Nyelder Rodrigues | 22/10/2020 06:00
Paulo Correa, sem máscara na foto, comanda sessão da Assembleia Legislativa, com os outros colegas à distância. (Foto: Divulgação)
Paulo Correa, sem máscara na foto, comanda sessão da Assembleia Legislativa, com os outros colegas à distância. (Foto: Divulgação)

Cenário- De acordo com os líderes partidários na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a tendência na Casa é a reeleição de Paulo Corrêa (PSDB) como presidente. Ele teria o aval da maioria dos colegas.

Data – A votação está marcada para o dia 10 de dezembro, pouco antes dos deputados votarem os últimos projetos deste ano atípico. Ainda não há como saber se será presencial ou on-line, como estão ocorrendo as sessões.

Pode ser – Oficialmente, os trabalhos continuam virtuais até o fim de novembro. Há uma possibilidade de que os parlamentares se reúnam apenas para a escolha dos integrantes da Mesa Diretora.

Grupo- Mais de 50 servidores públicos de Mato Grosso do Sul se afastaram para disputar as eleições.  As saídas publicadas no Diário Oficial nesta quarta-feira (21) são retroativas a agosto.

De onde – Conforme a coluna levantou, os servidores atuam em setores como educação, saúde e Detran (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul). Os agentes da segurança, como policiais, que estão no pleito já haviam saído, por determinação legal.

Alívio - O deputado estadual Evander Vendramini (PP) disse ontem que estava feliz por ter chovido em Corumbá, para ajudar a acabar com os incêndios no Patanal.

Nativo – Evander é de Corumbá, onde já foi vereador. Também já disputou a eleição para prefeito na cidade.

Cauteloso - Menos de 24 horas após governadores comemorarem a compra das vacinas chinesas, o governo federal voltou atrás, levantando à ira da maioria dos administradores estaduais. O governador sul-mato-grossense Reinaldo (PSDB) Azambuja optou por não se manifestar no momento.

Recado - A senadora do PSL em Mato Grosso do Sul, Soraya Thronicke, usou seu tempo na sabatina do agora ministro Kássio Marques não para fazer perguntas, mas para ler carta da Frente Parlamentar da Agropecuária. No documento, em resumo, é ressaltada a importância do setor no País.

Pedido  - O texto cita que a produção de alimentos é responsável por 21,4% no PIB (Produto Interno Bruto Brasileiro". Depois, o grupo parlamentar esperar "que o indicado prestigie a defesa irrestrita da segurança jurídica e do direito de propriedade, elementos estruturantes do Estado Democrático de Direito".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário