A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


17/11/2015 06:00

Assessor acha que máfia abre buraco para prejudicar Bernal

Edivaldo Bitencourt

Os buracos e a máfia – Assessores do prefeito Alcides Bernal (PP) arrumaram uma teoria da conspiração para explicar os buracos nas ruas e avenidas de Campo Grande. Em postagem no Facebook, um assessor chega a ver a “máfia” abrindo buracos na madrugada para prejudicar o atual chefe de Executivo.

A teoria – O assessor contou que observou, no caminho de volta para casa, que não havia nenhum problema na via. No entanto, na manhã seguinte, ele contou dois buracos. “Cheguei a conclusão que tem sabotagem em relação a tantos buracos em nossa cidade, isso pode ser coisas da máfia que insiste em prejudicar a ADM. Do prefeito Alcides Bernal”, diz.

Atraso – Bernal só retomou a operação tapa-buracos 70 dias após reassumir a prefeitura. Ele manteve os contratos firmados na gestão de Nelsinho Trad. Não excluiu nem as empresas envolvidas no escândalo de buracos fantasma.

Candidatos – A confirmação de que o deputado federal Zeca do PT vai disputar a prefeitura em 2016 pode mudar o cenário. O PMDB pode lançar o ex-governador André Puccinelli (PMDB), reeditando o confronto de 1996, quando o peemedebista venceu o petista por 411 votos.

Discurso – Até Bernal mudou o discurso após o lançamento da pré-candidatura do petista. Ele passou o fim de semana bombardeando e desafiando o ex-governador. Para Bernal, o PT, que já não tinha cargos na administração, passou a ser inimigo a ser batido. E assessores engrossaram a guerra nas redes sociais.

Lembrado – O ex-prefeito Nelsinho Trad, que comando o PTB, é outro experiente que pode voltar a disputar a prefeitura da Capital. Ele até concedeu entrevistas para destacar que deixou um legado de obras de infraestrutura e de qualidade de vida para a Cidade Morena.

Anúncio – A Prefeitura de Campo Grande deve anunciar hoje o novo aumento na tarifa do transporte coletivo. As empresas pediram reajuste de R$ 3 para R$ 3,50. Bernal deve oficializar a tarifa de R$ 3,30, o que representa a reposição da inflação nos últimos 12 meses.

Tensão – As investigações da Força Tarefa do Ministério Público Estadual criaram um clima de tensão permanente entre os envolvidos na Operação Lama Asfáltica. Como todo o processo tramita em sigilo e toda hora tem pedido novo, o temor é que, a qualquer hora, a Justiça decrete novas prisões.

Aqui – Os advogados de defesa compareceram em peso, ontem, ao MPE para mostrar a boa vontade dos investigados em colaborar com o processo e evitar novas prisões. O ex-deputado Beto Mariano chegou a ir pessoalmente para prestar depoimento. No entanto, ele não foi atendido e o depoimento foi marcado para hoje à tarde.

Esclarecimento - O juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, presidente da Associação dos Magistrados, explicou que o titular da 1ª Vara Criminal, Roberto Ferreira Filho, não declinou da competência para analisar os pedidos de prisões de nove envolvidos na Operação Lama Asfáltica. Ele só pediu a redistribuição para cumprir portaria do Tribunal de Justiça, que definiu quais as varas têm atribuição de julgar as ações envolvendo o crime organizado.

 

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions