A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/10/2015 06:00

Bilhete com mensagem um milhão de motivos e o Gaeco

Edivaldo Bitencourt

Reviravolta – Bilhetes com a mesma mensagem – de que havia “um milhão de motivos” – foram colocados nos bolsos de pelo menos dois vereadores durante a negociação para votar a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP). A novidade é que as mensagens eram para votar contra a cassação.

Tensão – O temor do autor da mensagem, que passou a ser cabeça coroada no município, é de que os bilhetes vão parar no Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). A nova linha de investigação pode causar reviravolta na Operação Coffee Break.

Celulares – O Gaeco “ganhou” três telefones celulares para realizar perícia. Apesar de não ser obrigatório, os vereadores Carla Stephanini e Vanderlei Cabeludo, do PMDB, e Juliana Zorzo, entregaram os aparelhos notificação do grupo. Outros 13 não acataram a recomendação, que não tem caráter judicial nem obrigatório.

Geografia – Os assessores do Palácio do Planalto precisam de uma aula extra de geografia. No portal do órgão, a visita da presidente Dilma Rousseff (PT), vai ocorrer em Três Lagoas, Mato Grosso. O avião presidencial só não vai errar o Estado porque não há nenhum município do mato-grossense homônimo.

Sonho do Bernal – O prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), define, na próxima terça-feira, o índice do reajuste do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). O percentual será o ideal para equilibrar as finanças do município.

Dificuldade – No entanto, os vereadores devem repetir a estratégia adotada nas negociações com Bernal. Em 2012, eles congelaram o tributo do ano seguinte, o primeiro da gestão progressista. Em seguida, só autorizaram a reposição da inflação. E neste ano, permitiram correção de 12%, apesar de Gilmar Olarte ter proposto mais de 20%.

Garantido - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que já esta fechando as equações para disponibilizar o 13º salário aos servidores. Apesar da crise, ele não deverá parcelar o abono natalino dos 65 mil funcionários públicos estaduais.

Feriadão - O secretário de Administração, Carlos Alberto Assis, revelou que o governo vai depositar o salário dos servidores referente a novembro ainda no sábado, 30 de outubro. Ele destacou que os funcionários terão um motivo extra para ficar feliz no feriado.

Entra governo, sai governo – Valdir Gomes é um funcionário exemplar que sobrevive a todos os governos. Ele ocupou cargos de confiança nas administrações de Nelsinho Trad, Gilmar Olarte e Alcides Bernal. Leva ao pé da letra a frase, tem governo, sou governo.

IPVA – Outro tributo importante ainda não teve o índice de correção definido para 2016. O governador Reinaldo Azambuja estuda ainda se vai adotar a tradicional redução de 50% na alíquota do IPVA. Se ele não reduzir, o valor do tributo pode dobrar em relação ao pago neste ano.

(colaboraram Priscila Peres e Leonardo Rocha)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions