ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Jogo Aberto

Bolsonaro é memória e "marca" à venda em churrascaria de MS

Por Silvia Frias, Jessica Benitez e Gabriela Couto | 01/08/2022 06:00
Bonés com estampa de Jair Bolsonaro em churrascaria de Terenos. (Foto: Gabriela Couto)
Bonés com estampa de Jair Bolsonaro em churrascaria de Terenos. (Foto: Gabriela Couto)

Memória – Já se vão 14 meses da passagem do presidente da República, Jair Bolsonaro, por Terenos, a 31 quilômetros de Campo Grande. Mas, na churrascaria em que ele comeu um churrasco, a lembrança ainda permanece viva.

Business - No local, ao lado da prateleira de biscoitos recheados e amendoim, vários bonés com a estampa de Bolsonaro estão à venda. Nem sinal de bonés do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O único vermelho existente no cabideiro traz a estampa de marca esportiva. E só.

Marombeiro – Durante a inauguração da terceira estação de ginástica da revitalização do Parque dos Poderes o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) bem que tentou, mas ficou só na ameaça de fazer flexão de braços na barra fixa. Quem mostrou que estava com a academia em dia foi o deputado Paulo Duarte (PSB), que emendou pelo seis sequências do movimento, o terror das academias.

Iniciante – Mas Reinaldo se esforçou para mostrar o lado fitness. Além da caminhada marcada para entrega da reforma no Parque dos Poderes, ainda fez alongamento dos braços e nas pernas, o último, exercício que exigiu certo equilíbrio. Aí não teve jeito, apelou para se apoiar no coleguinha ao lado para fazer bonito.

Tá pago – E, para fechar o fim de semana esportivo, o governador ainda incluiu vôlei na agenda, mas desta vez, com espectador. Acompanhado do secretário Estadual de Esporte, Marcelo Miranda, e do diretor-geral da DGPC (Delegacia-Geral da Polícia Civil), Roberto Gurgel, assistiu ontem à final masculina do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, realizado em Campo Grande.

Magoou – O candidato a governador, ex-prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD), falou com certa mágoa sobre a recusa do presidente do PSB, médico Ricardo Ayache, em ser seu vice. No discurso durante convenção partidária, disse que, desde o início, queria um nome da área da saúde para compor como vice em sua chapa.

Velado - Sem citar o nome do presidente da Cassems, Marquinhos falou que no começo do ano conversou com um médico, mas que o mesmo “curiosamente preferiu ir para o outro lado”, referindo-se, veladamente, ao fato de Ayache ter declarado apoio ao pré-candidato ao governo do Estado Eduardo Riedel (PSDB).

Silêncio – A ex-primeira-dama de Campo Grande, Tatiana Trad, esteve o tempo todo ao lado de Marquinhos durante a convenção, mas permaneceu em silêncio. O locutor do cerimonial que anunciava os presentes, puxou salva de palmas para Tatiana para tentar amenizar o clima. Foi a primeira aparição pública do casal após as denúncias de assédio que recaem sobre Trad.

Luto - O candidato a deputado federal Pedro Pedrossian Filho (PSD) não pôde comparecer na convenção partidária em que seria oficializado postulante. Embora sua estrutura estivesse presente, até com um trio elétrico com seu banner, a morte do sogro, ocorrida poucas horas antes, suspendeu a agenda.

Ex-vereador – O sogro de Pedrossian Neto, Yvon Moreira do Egito Filho, foi vereador por Campo Grande na primeira turma de parlamentares no mandato de 1977. Egito morreu em consequência de câncer.

Nos siga no Google Notícias