ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 

Jogo Aberto

Cervejinha e churrasco são cardápio de vitória na Justiça

Por Anahi Zurutuza, Caroline Maldonado e Gabriela Couto | 12/06/2024 06:00

A cervejinha... – Inocentado pela 2ª vez da acusação de receber propina para “fazer corpo mole” em investigação sobre assassinato, o delegado Márcio Shiro Obara “comemorou” a vitória na Justiça com cervejinha e churrasco. Na noite desta terça-feira (11), dia em que o TJMS confirmou a absolvição, ele foi visto em restaurante que serve espetinho numa varanda do Bairro Vilas Boas, em Campo Grande. Acompanhado e com aparência bem relaxada – de bermuda jeans e sandália –, além da cerveja Heineken, ele pediu duas “jantinhas”, o espeto que vem acompanhado de molho de alho, vinagrete, arroz, mandioca e farofa.

Ufa – Desde que foi alvo da Operação Omertà, o delegado, que chegou a ficar preso, deixou de atuar na investigação de crimes. Após ser libertado, Obara foi transferido da 2ª DP para o Drap (Departamento de Recursos e Apoio Policial) da DGPC (Delegacia Geral de Polícia Civil), onde exerce atividades administrativas até hoje. Na tarde de ontem, o advogado Willian Wagner Maksoud Machado, um dos integrantes do time que defende Obara, afirmou que o cliente seguirá a carreira, agora com a tranquilidade da confirmação da inocência.

Na ativa – Aliás, quem também estava na ativa nesta terça-feira, durante a sessão da 2ª Câmara Criminal, era o ex-prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad. Depois de renunciar ao mandato e perder eleição para governador, Marquinhos voltou a atuar como advogado. Ontem, trabalhou em conjunto com o irmão, o ex-deputado federal e também advogado, Fábio Trad.

De novo – O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) adiou pela terceira vez, a pedido do relator, o julgamento de denúncia contra o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB). O juiz José Eduardo Chemin Cury, retirou da pauta o início da análise de um inquérito da Polícia Federal que imputa a Iunes dois crimes cometidos em 2020, durante o período da campanha eleitoral, quando foi reeleito.

Encontro entre Zeca do PT e Beto Pereira ganhou "curtida" de Camila Jara. (Foto: Reprodução/Instagram)
Encontro entre Zeca do PT e Beto Pereira ganhou "curtida" de Camila Jara. (Foto: Reprodução/Instagram)

Lenha na fogueira – Em meio às especulações sobre aceitar ou não ser candidato a vice-prefeito ao lado de Camila Jara (PT), o deputado estadual Zeca do PT resolver dar uma “movimentada” a mais no debate. Publicou foto de encontro que teve na segunda-feira (10) com o deputado federal Beto Pereira (PSDB), rival da petista na pré-campanha, deixando claro que foi recebido pelo tucano “em seu escritório”.

Apoio – O petista registrou que foi à reunião para pedir apoio à bancada federal para viabilizar recursos para ações da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Mato Grosso do Sul. “Sensível ao nosso pedido e à causa indígena, Beto se comprometeu a destinar uma emenda parlamentar para essa finalidade, se somando aos seus colegas Vander, Camila, Geraldo e Dagoberto, que também se comprometeram com o apoio à Funai”, afirmou pelas redes sociais.

Recado – Camila Jara não deixou barato e fez questão de curtir a foto, como quem diz estar “de olho” na movimentação. O PT tenta convencer Zeca e aceitar entrar a disputa eleitoral deste ano como vice para fortalecer a candidatura da deputada, que está oficialmente na política há 4 anos.

Espaço novo – O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gerson Claro (PP) e o tesoureiro da Mesa Diretora, deputado Paulo Corrêa (PSDB), fizeram uma visita à nova copa da Casa de Leis. O espaço criado após ampliação do prédio, atrás do plenário. Os funcionários, que antes ficavam embaixo de uma escada em um espaço muito pequeno, agora trabalham em um lugar totalmente novo.

Sanfoneiro – Durante o fim de semana Gerson Claro aproveitou para ir até a base eleitoral, em Sidrolândia, celebrar o aniversário do presidente da Câmara Municipal da cidade, o vereador Otacir Figueiredo, o Gringo (PP). Imagens descontraídas mostram o talento musical do presidente da Assembleia: ele toca sanfona.

Fiscal da Saúde – A Câmara Municipal aprovou um requerimento da vereadora Luiza Ribeiro (PT) que exige informações sobre suplementação orçamentária de R$ 158 milhões, durante dois anos e meio. Ela quer cópias de gastos com despesas de pessoal do FMS (Fundo Municipal de Saúde), de 1º de janeiro de 2022 a 1º de junho de 2024. A parlamentar disse que já questionou, mas não teve “respostas satisfatórias” da secretária de Finanças e Planejamento, Márcia Helena Hokama. Agora, com o requerimento, a secretaria tem até o fim deste mês para responder à Câmara.

Nos siga no Google Notícias