ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 25º

Jogo Aberto

Com fome de volta, governo quer reabrir restaurante popular

Por Anahi Zurutuza e Adriel Mattos | 12/05/2022 06:00

Vem aí – O Governo de Mato Grosso Sul acolheu a indicação do deputado estadual Amarildo Cruz (PT) para reabrir restaurante popular, nos moldes do que já existiu por aqui. O parlamentar liderou audiência pública e enviou uma sugestão de projeto de lei. Por enquanto, o governo deve abrir uma unidade apenas em Campo Grande. Se der certo, há a pretensão de levar ao interior.

Cabe no bolso – Foi sugerido o valor de até R$ 3,50 pelas refeições (café da manhã, almoço e jantar). Ainda não se sabe onde será o restaurante, mas há a possibilidade de a instalação ficar no Jardim Centro Oeste.

Parcerias – Ainda conforme a proposta, no interior, o Governo do Estado pode firmar convênio com as prefeituras. O município cede um prédio e a administração estadual entra com a estrutura do restaurante.

História – O primeiro restaurante popular do Estado foi lançado em 2004 pelo então governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, em parceria com a Coca-Cola. Na época, as refeições custavam R$ 1 e eram servidas em espaço no Parque do Lageado. A unidade foi fechada na gestão de André Puccinelli (MDB), em 2009. O então prefeito da Capital e atual senador, Nelsinho Trad (PSD), tentou, mas não conseguir convencer Puccinelli a manter o restaurante aberto.

Viagem – O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), autorizou o superintendente da Defesa Civil, tenente-coronel bombeiro Fábio Catarineli, a viajar para a Indonésia. Ele vai passar pela capital do país asiático, Bali, para participar da 7ª Sessão da Plataforma Global para a Redução de Risco de Desastre, onde vai expor, entre 18 e 30 de maio, as práticas de Mato Grosso do Sul no enfrentamento a incêndios florestais.

Pedro Kemp tirou foto com globais em Piraputanga. (Foto: Reprodução das redes sociais)
Pedro Kemp tirou foto com globais em Piraputanga. (Foto: Reprodução das redes sociais)

Tiete – O deputado estadual Pedro Kemp teve seu momento tiete nesta terça-feira (10), quando se encontrou com integrantes do elenco da novela Pantanal, em Piraputanga, distrito de Aquidauana. O parlamentar tirou fotos com Júlia Dalavia, a Guta, e com Silvero Pereira, o Zaquieu, e postou nas redes sociais.

Diferente – E já tem eleitor declarando votos para candidatos por posicionamentos opostos por aí. Dia desses, caminhonete fotografada em Dourados trazia adesivo “Eu sou Lula e Riedel”. O curioso é que o candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul é declaradamente apoiador da reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), que tem Lula como o principal rival nestas eleições.

Recorde – O dueto de pai e filho sul-mato-grossenses em capítulo de Pantanal rendeu recorde de audiência para a TV Globo. Na noite desta segunda-feira (9), a novela das 21h marcou 30,8 pontos de média na Grande São Paulo. Segundo coluna do portal Uol, esse é o melhor resultado da produção desde a sua estreia, que aconteceu no dia 28 de março. O capítulo mostrou a "batalha" de viola entre Eugênio (Almir Sater) e o misterioso Trindade (Gabriel Sater).

Procura – A notícia de que recém-nascida está internada em um hospital de Campo Grande desde que a mãe morreu, em Corumbá, e precisa de adotada chegou aos quatro cantos do Brasil. Além de catarinense estar sendo avaliado para ficar com a menina, no fim da tarde desta quarta-feira (11), casal de Juazeiro do Norte, no Ceará, mandou mensagem ao Campo Grande News, pelo canal Fale Conosco, dizendo ter interesse em adotá-la.

Enxurrada – Ontem, o juiz Maurício Cleber Miglioranzi Santos, da 1ª Vara Cível de Corumbá e responsável pelo caso, informou que já havia 20 famílias candidatas a assumir os cuidados com a pequena. Os mais “desesperados”, que além de falar com a Justiça, também fizeram contato com o Campo Grande News, contam uma história mais comovente que a outra. “Tive 5 abortos e meu sonho é ser mãe”, revelou uma leitora.

Nos siga no Google Notícias