ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  02    CAMPO GRANDE 27º

Jogo Aberto

Defesa de Giroto cita Lula ao criticar juiz da Lama Asfáltica

Por Lucia Morel, Adriel Mattos, Gabriela Couto e Anahi Zurutza | 18/12/2021 07:00
Giroto durante entrevista ao Campo Grande News em 2019. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Giroto durante entrevista ao Campo Grande News em 2019. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Giroto livre – Ao conceder habeas corpus para suspender quatro ações contra o ex-deputado federal e ex-secretário de Estado de Obras Públicas, Edson Giroto, o desembargador do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) citou trecho de argumentação da defesa em que o caso do político é comparado com o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Giroto lá – “Alega que a autoridade coatora praticou ilegalidades ao tecer considerações de cunho acusatório, com incursões que constituem antecipação de responsabilidade penal, inclusive em procedimentos em que o paciente sequer foi acusado. Citam o decidido pelo STF no julgamento do Habeas Corpus nº 193.726, impetrado em favor do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva”, escreveu Fontes.

Fora – A autoridade coatora em questão é o juiz da 3ª Vara Federal de Campo Grande, Bruno Cezar da Cunha Teixeira. A defesa de Giroto conseguiu no TRF3 afastar o magistrado de processos em que ele é réu, reiniciando o andamento. O mesmo aconteceu com Lula, que teve processos relativos na Operação Lava Jato reiniciados após a declaração de suspeição do ex-juiz Sergio Moro.

De novo – O MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) vai ter que iniciar 2022 refazendo a lista sêxtupla para uma das duas novas vagas de desembargador do TJMS (Tribunal de Justiça). O MP enviou uma lista com seis nomes para esta e outra cadeira, da desembargadora aposentada Tânia Garcia de Freitas Borges.

Não dá – O tribunal votou e reduziu a lista a três nomes, que resultou na nomeação do procurador Alexandre Raslan pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Mas agora, precisa de mais três para formar outra lista para o chefe do Executivo estadual.

Concorrentes – Os procuradores Antonio Siufi Neto, Aroldo José de Lima, Esther Sousa de Oliveira, Jaceguara Dantas da Silva e Marcos Antonio Martins Sottoriva, além do promotor Luciano Bordignon Conte estão inscritos. A votação será em 12 de janeiro.

Buracão do Azambuja – O governador Reinaldo Azambuja mostrou ter conhecimento dos apelidos que as obras ganham no Estado. A cratera formada pelo assoreamento do Córrego Réveillon, que passa pelo entroncamento das avenidas Mato Grosso e Hiroshima, na entrada do Parque dos Poderes, segundo ele, é conhecida por aí como o “buracão do Azambuja”. A declaração foi durante a entrega da reforma do receptivo do Parque Estadual do Prosa e lançamento do Programa Estrada Viva, na sexta-feira (17).

Parto – Não foi só apelidos que o governador revelou no seu discurso de inauguração do novo receptivo de autoridades do governo do Estado. No lago formado pela fonte do Córrego Desbarrancado, com águas cristalinas, ocorreu o parto de uma anta. “Esses dias, uma anta deu cria aqui dentro do lago”, contou.

Companheiras – O local também que funcionará como palácio do governo é dentro da mata do Parque do Prosa. “Nossas companheiras são as capivaras. Direto você vê elas andando aí fora”, comentou.

Alívio – O diretor-presidente do Hospital Regional de Campo Grande, Lívio Leite, comemorou a redução das internações por covid-19 e já vislumbra um fim de ano mais próximo do normal. Para ele, este será o “Natal do abraço”. “Podemos enfim comemorar um Natal em família, e comemorarmos também, a primeira semana em mais de 18 meses sem novos casos de covid no Hospital Regional. Abracem seus familiares e amigos, lembrando sempre o quanto cada um de vocês são importantes para o hospital e os pacientes. Comemorem”, declarou.

Nos siga no Google Notícias