ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 32º

Jogo Aberto

Democrática, Assembleia estampa bandeira do Palmeiras

Por Gabriela Couto e Jackeline Oliveira | 08/12/2023 06:00
Painel exibiu homenagem ao Palmeiras na quinta-feira. (Foto: Marcos Maluf)
Painel exibiu homenagem ao Palmeiras na quinta-feira. (Foto: Marcos Maluf)

Maior do Brasil – Democracia tem de valer até no futebol. Apesar de reunir torcidas diferentes, a Assembleia Legislativa fez uma homenagem ao vencedor do Brasileirão. Na manhã pós-jogo, estampou nos painéis do saguão e do plenário o símbolo do Palmeiras. O presidente da Casa, por exemplo, é corintiano.

Pitu goleador – Falando em futebol, o vereador Silvio Eduardo Alves Pena, o Silvio Pitu (PSD), mostrou todo o talento de boleiro no jogo da amizade em comemoração ao aniversário das Moreninhas. Ele foi autor dos dois gols que deram a vitória para o time da Câmara Municipal sobre o do TCE (Tribunal de Contas do Estado). Animado, Pitu comemora o feito como herói do dia.

Corixos - Após discursos entusiasmados, esclarecendo, inclusive, que conhece todos os corixos do Pantanal, o deputado estadual João Henrique Catan (PL) não apareceu para votar o projeto que cria lei para o ecossistema. Na sessão de ontem, votou remotamente. Catan foi contra o projeto do Pantanal. Acostumado a emperrar votações, desta vez, como foi fechado acordo de lideranças, ele não pode pedir vistas.

Madeixas - O presidente da Alems, o deputado estadual Gerson Claro (PP), entrou na onda do implante capilar. Os efeitos do procedimento não são dos mais rápidos. Por isso, ele tem participado presencialmente apenas das reuniões na Assembleia e se ausentado das votações no plenário.

Traduzindo juridiquês – Laboratório de inovação do TJMS criou uma forma de facilitar a compreensão dos atos judiciais pelas pessoas comuns. Sempre que um mandado for entregue, a pessoa receberá um QR code que dá acesso a um vídeo explicando do que se trata o chamado da Justiça e quais caminhos a pessoa pode adotar. O vídeo piloto já é apresentado nos mandados da Vara de Execução Fiscal da Capital, que tem um grande volume de processos.

Descomplicando - A ideia atende demanda do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que tem como metas estabelecidas aos tribunais brasileiros descomplicar a linguagem jurídica. Em Mato Grosso do Sul, o TJ reuniu juízes e servidores das áreas da comunicação, jurídica e TI para elaborar a solução. Novos vídeos já estão sendo produzidos para diferentes varas, como a da Violência Doméstica.

Frustrado - O deputado federal Marcos Pollon (PL) divulgou toda sua frustração nas redes sociais com a falta de apoio da bancada da bala para derrubar o decreto do Executivo com restrições ao registro de armas por parte de atiradores participantes de clubes de tiros. “Três votos... Faltaram três votos. E tem gente que se elegeu por conta das armas e votou contra”, lamentou incrédulo. A Câmara dos Deputados rejeitou o regime de urgência por 254 votos a 156. Eles precisavam de 257.

Cabo de guerra - O ano vai acabar e não vai ter solução o impasse sobre os conselhos tutelares de Campo Grande. No dia 10 de janeiro começam a trabalhar os novos conselheiros e, por enquanto, a Prefeitura, que é quem nomeia, diz que só chamará 25 eleitos, para os cinco conselhos instalados. O CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), que conduziu a eleição de escolha e indicou 40 vagas, vai insistir na posse de todos, inclusive os 15 que ainda não tem onde trabalhar. Isso porque a prefeitura precisa “tirar do papel” outros três conselhos.

Espera por resposta - A presidente do CMDCA, Eliane Bitencourt, e Reina Filipini, que comandou o processo de escolha de conselheiros, disseram que cobraram da prefeitura resposta sobre a ampliação dos serviços. Elas também afirmaram que o Conselho aponta os problemas estruturais e luta pela melhoria dos serviços. É mais um agente a cobrar o município. A Justiça já obrigou a ampliação, os eleitos estão “na cola” da prefeitura e os vereadores também querem a ampliação dos conselhos. O tempo está correndo e há promessa de resposta definitiva nos próximos dias.

Nos siga no Google Notícias