ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  23    CAMPO GRANDE 31º

Jogo Aberto

Deputado cassado some, mas deixa a porta de herança

Por Jhefferson Gamarra, Caroline Maldonado e Idaicy Solano | 02/03/2024 07:00
Porta do gabinete do deputado estadual cassado, Rafael Tavares.
Porta do gabinete do deputado estadual cassado, Rafael Tavares.

Herança - O deputado estadual recém diplomado Paulo Duarte (PSB) ganhou uma herança e tanto do antecessor que teve o mandato cassado, Rafael Tavares (PRTB). Ao chegar para trabalhar na próxima semana, vai dar de cara com uma porta cheia de adesivos “Fora Lula”. Duarte já fez parte do PT e nem se espanta com a decoração da direita. “O melhor caminho é ignorar esse tipo de gente. Não vale a pena perder tempo”, diz.

Prontinho - O novo deputado ainda não sabe quando vai poder mudar o “layout” do gabinete, tudo depende de uma conversa com o presidente da Assembleia. “Vou conversar na segunda-feira com o presidente Gerson Claro. E a partir dessa conversa organizar as coisas. Provavelmente será na terça-feira [a posse]. Mas só ele pode confirmar”, explica.

Xuxa da Saúde - A secretaria municipal de Saúde, Rosana Leite, distribuiu autógrafos para as crianças que foram imunizadas na campanha de vacinação da dengue na Escola Municipal Valdete Rosa da Silva. Um por um, os alunos formaram fila para conversar com a secretária e ganhar uma assinatura especial no cartão de vacina.

Ajuda a tia - Durante a visita à escola, na manhã dessa sexta-feira (1°), Rosana apelou para o “bom senso” infantil. Ela parabenizou as crianças pelo comprometimento com a vacinação e incentivou os pequenos a espalharem a conscientização de manter os quintais limpos e livres de focos do mosquito.

Descanso à vista - Embora detentor do cargo de presidente do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), com mandato válido até janeiro de 2025, o desembargador Paschoal Carmello Leandro optou por não liderar o processo eleitoral de 2024. O magistrado planeja se aposentar em julho, quando atingirá a idade de 75 anos, três meses antes das eleições municipais para vereadores e prefeitos.

Tampão - O vice-presidente, Carlos Eduardo Contar, ocupará interinamente o cargo de presidente da Corte eleitoral em substituição ao atual titular e comandará o pleito. Contar desempenhará a função de "tampão" até janeiro de 2025, quando assumirá a presidência do Tribunal de forma definitiva para o próximo biênio.

Na ativa - Viviane Alves Gomes de Paula, companheira do desembargador Divoncir Schreiner Maran ficou uns dias fora, mas já retornou ao cargo que ocupa no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul). Ela foi alvo de operação sobre suposto esquema de venda de sentença, suspeita de enriquecimento ilícito.

Pelas mulheres - O vereador Eduardo Miranda (PRD) é o novo membro da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal da Capital. Ele fica no lugar que era de Paulo Lands, que saiu quando Sandro Benites retornou à Casa de Leis. A procuradora especial da mulher é a vereadora Luiza Ribeiro (PT). Além de Eduardo, são adjuntos os vereadores Roberto Santana, O “Betinho” (Republicanos), Epaminondas Neto, O “Papy” (Solidariedade) e William Maksoud (PTB). A procuradoria cria ações de defesa da mulher, dá encaminhamento a denúncias e emite boletins com dados da área.

Até tu? – Nem o Ministério do Turismo conseguiu escapar ileso de “confusão” que já dura quatro décadas. Release para divulgar o destaque que destinos turísticos brasileiros ganham no "Sunday Times", jornal dominical de maior circulação da África do Sul, diz que jornalista sul-africana, Lee Middleton, falou em uma de suas reportagens “sobre a experiência de visitar Bonito (MS), no Pantanal mato-grossense”.

Confusão geográfica – Há uma bagunça geográfica aí. Bonito, município sul-mato-grossense, não está localizado no Pantanal, apesar da proximidade e riquezas naturais.

Nos siga no Google Notícias