A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/06/2015 06:00

Deputado propõe Aquário do Pantanal sem água e peixe

Edivaldo Bitencourt
Placa com o nome errado foi parar nas redes sociais após polêmica (Foto: Divulgação)Placa com o nome "errado" foi parar nas redes sociais após polêmica (Foto: Divulgação)

Gafe – O prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), inaugurou uma pista de skate no domingo. Ao homenagear um jovem, filho de família tradicional na cidade, ele cometeu uma gafe “imperdoável” e causou revolta em parte dos moradores.

Erro – Ao fazer a homenagem a Wagner Bampi Paixão, que morreu em acidente automobilístico, a prefeitura da cidade grafou o sobrenome errado. Bampi virou “Bambi”, apelido pejorativo para definir homossexual.

Sem conversa – O presidente da Rumo ALL, Júlio Fontana, foi curto e grosso ao se dirigir aos jornalistas, ontem, na Governadoria. Ao ser questionado sobre as demissões, ele disse que a pergunta deveria ser feita ao diretor anterior. “Não era de minha época”, reagiu, indignado.

Solução – O deputado federal Vander Loubet (PT) tem uma receita para a obra do Aquário do Pantanal. Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital, o petista defendeu que o Governo não coloque água nem peixe na obra.

Aquário virtual – Loubet defendeu a construção de um Aquário do Pantanal totalmente virtual. Pela proposta, o turista andará pelos tanques sem água e sem peixes. Tudo seria virtual. A medida visa acabar com os gastos e transtornos para manter os peixes até a inauguração da obra, já 90% dos animais morreram durante a quarentena.

Janela – Políticos do Estado apostam na abertura de uma janela para mudança de partido com a reforma política. A medida é vista como salvação pelo Governo e partidos de oposição, que poderiam filiar novos parlamentares sem o risco de perder os mandatos.

Oportunidade – A abertura de um período para mudar de partido sem risco de enfrentar ações judiciais vai contemplar vereadores e deputados. A mudança não vai ficar restrita ao deputado estadual Marquinhos Trad, que está de malas prontas para deixar o PMDB. O PT também deve perder no Estado.

Promessa – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a frisar que lança no próximo mês o painel da transparência. Ele disse que a população terá a oportunidade de acompanhar o Governo por dentro, incluindo-se os gastos nos mínimos detalhes.

Fardo – Reinaldo defendeu o fim da corrupção no serviço público. Durante encontro no Detran, o tucano disse que todos têm a responsabilidade de fiscalizar a cuidar dos setores e dos funcionários públicos.

Vitrine – A visibilidade de uma eleição em Campo Grande transformou a disputa de 2016 em um motivo de atrito entre os partidos. Todos estão de olho no potencial que beneficiou Zeca do PT e Reinaldo Azambuja – que chegaram ao Governo após perder a disputa pela prefeitura da Capital.

(colaboraram Lidiane Kober, Antonio Marques, Priscila Peres e Paulo Nonato de Souza)

Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...
Partidos fazem "fila" por Takimoto
Desejado - Na mira do PDT para perder o mandato, o deputado estadual George Takimoto já tem fila de interessados em seu passe na Assembleia Legislati...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions