A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/06/2015 06:00

Deputado propõe Aquário do Pantanal sem água e peixe

Edivaldo Bitencourt
Placa com o nome errado foi parar nas redes sociais após polêmica (Foto: Divulgação)Placa com o nome "errado" foi parar nas redes sociais após polêmica (Foto: Divulgação)

Gafe – O prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), inaugurou uma pista de skate no domingo. Ao homenagear um jovem, filho de família tradicional na cidade, ele cometeu uma gafe “imperdoável” e causou revolta em parte dos moradores.

Erro – Ao fazer a homenagem a Wagner Bampi Paixão, que morreu em acidente automobilístico, a prefeitura da cidade grafou o sobrenome errado. Bampi virou “Bambi”, apelido pejorativo para definir homossexual.

Sem conversa – O presidente da Rumo ALL, Júlio Fontana, foi curto e grosso ao se dirigir aos jornalistas, ontem, na Governadoria. Ao ser questionado sobre as demissões, ele disse que a pergunta deveria ser feita ao diretor anterior. “Não era de minha época”, reagiu, indignado.

Solução – O deputado federal Vander Loubet (PT) tem uma receita para a obra do Aquário do Pantanal. Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital, o petista defendeu que o Governo não coloque água nem peixe na obra.

Aquário virtual – Loubet defendeu a construção de um Aquário do Pantanal totalmente virtual. Pela proposta, o turista andará pelos tanques sem água e sem peixes. Tudo seria virtual. A medida visa acabar com os gastos e transtornos para manter os peixes até a inauguração da obra, já 90% dos animais morreram durante a quarentena.

Janela – Políticos do Estado apostam na abertura de uma janela para mudança de partido com a reforma política. A medida é vista como salvação pelo Governo e partidos de oposição, que poderiam filiar novos parlamentares sem o risco de perder os mandatos.

Oportunidade – A abertura de um período para mudar de partido sem risco de enfrentar ações judiciais vai contemplar vereadores e deputados. A mudança não vai ficar restrita ao deputado estadual Marquinhos Trad, que está de malas prontas para deixar o PMDB. O PT também deve perder no Estado.

Promessa – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a frisar que lança no próximo mês o painel da transparência. Ele disse que a população terá a oportunidade de acompanhar o Governo por dentro, incluindo-se os gastos nos mínimos detalhes.

Fardo – Reinaldo defendeu o fim da corrupção no serviço público. Durante encontro no Detran, o tucano disse que todos têm a responsabilidade de fiscalizar a cuidar dos setores e dos funcionários públicos.

Vitrine – A visibilidade de uma eleição em Campo Grande transformou a disputa de 2016 em um motivo de atrito entre os partidos. Todos estão de olho no potencial que beneficiou Zeca do PT e Reinaldo Azambuja – que chegaram ao Governo após perder a disputa pela prefeitura da Capital.

(colaboraram Lidiane Kober, Antonio Marques, Priscila Peres e Paulo Nonato de Souza)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions