A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/06/2015 06:00

Deputado propõem fim da produção até resposta federal

Priscilla Peres

Disputa por terra - Mato Grosso do Sul voltou a ser foco nacional na semana passada. Dessa vez, por motivo já conhecido das autoridades, a disputa por terra entre fazendeiros e indígenas que teve mais um capítulo. Enquanto alguns desconversam e outros apenas tomam partido, o destaque foi para o deputado Federal do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta (PT), que foi até o local de conflito, intercedeu junto a Força Nacional e conseguiu amenizar o problema.

Desabafo - O deputado Zé Teixeira (DEM) afirmou que todas essas ações de invasão de áreas na última semana, colocaram o índio como instrumento de manobra para desestabilizar o setor produtivo. Ele falou que a população já está de saco cheio de ouvir promessas do Governo Federal que não são cumpridas. “A solução será os produtores pararem de produzir até que se coloque ordem nessa história”.

Projeto - Os deputados devem votar dois projetos importantes do governo nesta semana, entre eles o que prevê 20% de desconto na taxa de vistoria veicular, e o que renegocia dívidas com a Agehab. As duas propostas seguem para segunda votação, para depois chegar a sansão do governador.

Em tempo - Presidente da Assembleia, deputado Junior Mocchi (PMDB) espera que o governo envie nessa semana o projeto da LDO, para que os deputados já tenham acesso ao documento e possam sugerir emendas. A intenção é que a proposta seja votada na última semana antes do recesso. Já que os deputados não podem terminar o semestre sem votar o projeto.

Regular - Os deputados tentam regularizar até amanhã situação das prefeituras, instituições, que vão receber recursos de emendas parlamentares. Já que o prazo está acabando. Se os municípios ou entidades tiverem alguma pendência com a Receita Federal, não terão acesso a esses valores.

Na pratica - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve publicar amanhã a lei que reduz a alíquota do diesel para 12%. Os deputados aproveram o projeto na última quinta-feira e agora só falta a sansão, para que a partir do dia 1° de julho (quarta-feira), o combustível passe a ser mais barato em MS.

Apoio - Equipe de diretores da Petrobras esteve em Campo Grande na semana passada visitando a MSGÁS (Companhia de Gás Natural de MS), para discutir sobre a ampliação do fornecimento de gás aos clientes e novos projetos. A empresa de capital misto, pertence ao governo do Estado e a estatal e tem planos de expandir seus negócios para residências e indústrias.

Nos bastidores - Os comentários que correm tanto na Câmara  quando na prefeitura de Dourados, são de que a situação do vereador Maurício Lemes Soares, que apalpou uma colega durante a sessão, pode se agravar em plenários, quando for a julgamento. Ele vai reponder por quebra de decoro.

Pressão - Com a casa de leis de Dourados lotada, que é o que deve acontecer quando o relatório da comissão de ética for ligo com a decisão do julgamento, a pressão popular pode decretar o fim do mandato dele. Ao que parece, a "brincadeira" tem tomado grandes proporções.

É mentira - A Santa Casa desmentiu a informação que rolou nas redes sociais de que o apresentador Luciano Huck teria doado R$ 2 milhões ao hospital, em agradecimento pelo atendimento no dia em que sofreu o acidente de avião junto com sua família. A primeira notícia foi dada pelo site MSN e logo em seguida, replicada por diversos jornais e sites.

 

(Colaborou Leonardo Rocha e Helio Freitas)

"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...
Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions