A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/02/2015 06:00

Durante Carnaval, políticos se dividem entre família e a folia

Priscilla Peres

Carnaval - O deputado federal Carlos Marun (PMDB) caiu na folia com a família. Fantasiado de sheik árabe juntou-se aos pais, mulher e filho para pular carnaval. No Facebook. O peemedebista ainda pediu a proteção de Deus para viver muitos momentos em família.

Folia – Muitos políticos estão aproveitando mesmo o feriado prolongado do carnaval para descansar e curtir a família. Nem as redes sociais estão sendo atualizadas. Em alguns casos, o último post foi no quinta-feira de carnaval ou quando aparece novidade é para mostrar a folia com a família.

Pós festa - Já o assessor do prefeito Gilmar Olarte (PP), Eliezer David usou o Facebook para criticar os integrantes de blocos de rua que falam mal da prefeitura, mas que deixam sujeiras pelas ruas depois do Carnaval. Afirmou ainda que o lixo sobra para o poder publico que precisa mandar limpar no dia seguinte.

Sumiu - Em compensação, o próprio Gilmar Olarte ignorou as comemorações de Carnaval pela cidade, não apareceu nem nos blocos de rua, nem da Fernando Corrêa e nem do desfile das escolas de samba. Ele também não se manifestou nas redes sociais até agora.

Política – Ex-deputado federal Fabio Trad disse no Twitter que “grandes manifestações contra as mazelas da políticas devem ocorrer neste ano decisivo para credibilidade dos políticos brasileiros” ao se referir à situação da Petrobras que deve encarar uma comissão parlamentar de inquérito.

Desperdício - Em Três Lagoas, enquanto a prefeita Márcia Moura (PMDB) anuncia que precisa economizar e demite 400 funcionários comissionados, jornal do município revela que luzes de postes de energia têm ficado acesas durante o dia.

Quase tranquilo - Durante os dias de Carnaval e festas que começam no fim da tarde, bombeiros de Campo Grande afirmam que o movimento maior de ocorrências acontece a tarde e não de manhã, como de costume. Com a calmaria da manhã de ontem, disseram que estava assim pra dar tempo de acalmar o fogo de segunda, se referindo a movimentação.

Acirrada - A CCJ, a mais disputada comissão da Assembleia Legislativa, é fruto de vários interesses políticos, entre eles do PMDB, dos partidos menores e até do governo Estadual, já que todos os projetos do executivo precisam passsar pela comissão. A decisão deve sair nessa semana.

Olhando de fora - Apesar da comissão estar bastante disputada, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) insiste em dizer que não vai interferir na escolha do presidente, já que acredita que quem assumir irá dar agilidade para os projetos importantes ao estado. Ele espera apenas que o novo presidente esteja qualificado para o cargo.

Caro - O Tribunal de Justiça de MS firmou contrato, sem licitação, com a operadora Claro no valor de R$ 705 mil para prestação de serviços. A justificativa é de que a operadora OI não poderá fazê-los, por isso dispensam licitação.

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions