A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Janeiro de 2020


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/06/2019 06:00

Faísca vira foguetório com Moro no alvo da Assembleia

Ângela Kempfer e Leonardo Rocha

Faísca - Todo deslize da esquerda ou da direita acaba virando debate quente na Assembleia Legislativa, ontem, o que rendeu bate-boca foi a troca de mensagens entre integrantes do Ministério Público e o então juiz Sérgio Moro, agora ministro da Segurança. Quem viu a cena pensou que o deputado Pedro Kemp (PT) estava prestes a infartar. "Estava entalado", justificou.

Calados - Kemp resolveu discorrer sobre o assunto na tribuna e a fila cresceu de colegas pedindo a parte. Enfezado, o petista não concedeu espaço a ninguém, dizendo que precisava de todo o seu tempo. A postura do petista foi criticada por Carlos Alberto David (PSL). "Ele foi irracional e antidemocrático ao não abrir espaço para o debate", reclamou.

Tarde demais - Jamilson Name (PDT) também pediu a parte para Kemp, e novamente Kemp recusou. No entanto, depois de conversar com o pedetista, se arrependeu da decisão. "Deveria ter concedido (a parte), já que ele disse que iria me ajudar no discurso, estava do meu lado", comentou o petista.

Corruptos - Jamilson Name apresentou projeto de lei que dispõe sobre a inclusão do combate à corrupção como conteúdo transversal do currículo escolar da Rede Pública Estadual. "A inclusão desta disciplina de combate à corrupção é urgente, já que a escola atua de maneira decisiva na conscientização e reafirmação de valores éticos e morais que levam a superação e transformação dos indivíduos”, justificou.

 

Escalação - O deputado Márcio Fernandes (MDB) reforçou que o ex-governador André Puccinelli (MDB) está "montando o time" do partido no interior para as eleições municipais, mas que na Capital não tem nada definido sobre candidatura.

Mais do mesmo – Ainda falta muito para uma decisão, afirma. "Estamos avaliando ainda, alguns nomes podem chegar, então está indefinido". Já no interior, o parlamentar dá como certa a candidatura de Renato Câmara em Dourados e Paulo Duarte em Corumbá.

Ausências - Solenidade ontem na Assembleia Legislativa, para marcar os 40 anos da constituinte estadual, lembrou também de quem participou do processo em 1979, mas já não está aqui. O deputado Londres Machado (PSD), recordista em mandatos, pediu um minuto de silêncio aos ex-deputados que estiveram na primeira Constituinte do Estado.

Patriota - O presidente da OAB/MS, Mansour Karmouche, também estava sensível ontem. Durante entrega das carteiras de advogados aos aprovados na última prova da Ordem, ele cantou o hino nacional pela 2ª vez ao dia, o que o emocionou, graça ao poder do “patriotismo”, justificou.

Sola de sapato - O secretário de Saúde, José Mauro Filho, pretende fazer uma maratona por unidades de Campo Grande para ouvir pacientes. “Precisamos nos aproximar ainda mais da população, para podermos oferecer um serviço de saúde com qualidade e presteza”, justificou.

Itinerante – Ele resolveu criar uma espécie de gabinete itinerante, para despachar de diferentes unidades básicas de saúde. O trabalho começou pela UBS Estrela do Sul. O secretário vai gastar sola de sapato, porque hoje a cidade tem 68 unidades de saúde.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions