A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Junho de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


31/05/2019 06:00

Giroto escolheu até o almoço para quando sair da prisão

Fernanda Palheta, Mayara Bueno e Leonardo Rocha

Bifão - A entrevista concedida pelo ex-sercretário Edson Giroto surpreendeu em muito quesitos nesta semana. Primeiro, pela disposição dele em falar. Segundo, pelos detalhes repassados sem constrangimento sobre como anda a vida atrás das grades. Ele contou até o que sonha em comer quando deixar o presídio: "Já avisei minha mulher que quero bife, arroz branco e salada de tomate e alface"

Chatice – No pedido de desbloqueio de bens dos réus em ação do tapa-buraco, o advogado André Borges foi “sincerão” ao falar que o processo elaborado pelo Ministério Público é “por demais” confuso, “chegando a ser enfadonho”. São 214 páginas da ação, número exagerado, em sua opinião.

Copia e cola – A defesa ainda fala que a prática do “Ctrl c e Ctrl v”, usada de forma descalibrada, precisa ser controlada, porque a medida dificulta “em demasia” a ampla defesa, sem que o acusado nem sequer saiba quais as condutas ilícitas que responde. O processo envolve o ex-prefeito Nelsinho Trad e outras pessoas que atuavam durante seu mandato no serviço de tapa-buraco.

Audacioso - De olho na eleição de 2020, as lideranças do SD (Solidariedade) planejam lançar até nove candidatos a prefeito em Mato Grosso do Sul, entre as cidades, está Campo Grande. O deputado Herculano Borges (SD) adiantou que, além dele, o seu colega de parlamento, Lucas de Lima (SD) também se interessa em disputar o comando da Capital. "Existe esta possibilidade e vamos pensar sobre candidatura própria, mas a decisão somente ano que vem".

Voltando - Além de Campo Grande, o deputado Renato Câmara (MDB) ressaltou que o ex-governador André Puccinelli (MDB) está em contato direto com as lideranças do interior do Estado, para organizar o partido nas eleições municipais. "Como já tem uma carreira política longa, o André tem muitos contatos e parcerias ao longo das eleições, que está retomando aos poucos".

Travada - O pedido de vistas a apenas 1 Projeto de Lei, que concede incentivos à empresa de transporte, trancou a pauta da Câmara Municipal de Campo Grande e prejudicou a ordem do dia desta quinta-feira (30). Durante a sessão ordinária, nenhum dos oito projetos que estava na pauta do dia, entraram em votação.

Tudo errado - Segundo o presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, que fez o pedido de vistas, o vereador Eduardo Romero (Rede), o grupo espera envio de novos documentos da empresa beneficiada, porque os apresentados estavam vencidos. Ele também reclama que o básico estava faltando ao processo, documentos exigidos pela Lei do Prodes. “Estão faltando até certidões negativas da receita estadual e federal e certidão negativa da primeira instância da área criminal”, detalha.

Inseguro – Empresa que atendia ao Bradesco entrou na mira de ex-funcionários, que dizem terem ficado na mão, com atrasos salariais e de ticket alimentação, falta de depósito de verbas rescisórias e até entrega de carteiras de trabalho em plena rua. Assembleia nesta sexta (31), às 19h, deve discutir a situação.

Debate – O auditório do campus da Uems em Dourados recebe servidores e estudantes às 9h deste sábado (1º) para debate entre os candidatos a reitor. Em seis blocos, o encontro vai ter espaço para apresentação, perguntas entre os candidatos e dos segmentos. Laércio Alves de Carvalho, Esmael Almeida Machado e Adriana Fruguli Moreira disputam o cargo.

Estrangeiros - Em visita ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul nesta semana, a chefe da Seção Cultural no Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Madelina Young-Smith anunciou que deve trazer especialistas norte-americanos para a troca de experiências aqui no Estado. O maior interesse é o projeto Mãos EmPENHAdas Contra a Violência, executado pelo TJ com parceria de salões de beleza, para coibir a violência contra a mulher. 

Nacionais - Também em Campo Grande, representantes do Ministério da Cidadania conhecem o Programa Criança Feliz, implantado em 2017 com o objetivo de apoiar e acompanhar o desenvolvimento  de crianças de 0 a 6 anos de idade.

Réus querem desconto em perícia e juiz pergunta se dá
    Tem desconto? – Como vereadores e ex-parlamentares réus na ação derivada da Coffee Break estão resistentes a meter a mão no bolso para pagar a pe...
Juiz da Auditoria Militar diz que MS vai virar RJ
Como nos morros - Juiz da Auditoria Militar, Alexandre Antunes, avisa que Mato Grosso do Sul vive um momento que, se o Estado não tomar providências ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions