ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Jogo Aberto

Golpe usa nomes de advogados para roubar trabalhadores

Por Anahi Zurutuza e Jéssica Benitez | 22/07/2022 06:00
Tribunal Regional do Trabalho, em Campo Grande, onde tramitam ações em que estelionatários "pescam" vítimas (Foto: Divulgação)
Tribunal Regional do Trabalho, em Campo Grande, onde tramitam ações em que estelionatários "pescam" vítimas (Foto: Divulgação)

Novo golpe – Golpistas estão usando nomes de advogados e escritórios de Mato Grosso do Sul para tirar dinheiro de trabalhadores. Com perfis falsos no WhatsApp, os estelionatários entram em contato com pessoas que têm crédito para receber em ações trabalhistas e tentam convencê-las a fazer “pagamento de certidão” para que a indenização seja “liberada”.

Alerta - O alerta é da Justiça do Trabalho em Mato Grosso do Sul e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que recomendam: “não confiem em contatos de terceiros, sigam as orientações de seus advogados, e, se necessário, usem os contatos oficiais das varas onde o processo tramita para tirar dúvidas”.

DNA Ambiental – O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) descobriu que 6 mil hectares foram desmatados ilegalmente em Mato Grosso do Sul. Este é o total de área derrubada sem autorização, em um universo de 55 mil hectares desmatados no Estado em todo o ano de 2021, conforme dados do DNA Ambiental (Programa de Detecção de Desmatamento Ilegal de Vegetação Nativa).

Como funciona – As informações são coletadas pelo Nugeo (Núcleo de Geotecnologias do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul), que verifica se os desmatamentos foram autorizados ou não. Com base nesses dados, o Programa DNA Ambiental emitiu 440 laudos, relativos a 440 propriedades, e 122 autuações. Também instaurou 224 inquéritos civis e aplicou multas no valor de R$ 2.145.175,00.

Reconhecimento – A Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul garantiu o direito de mulher registrar, na sua certidão de nascimento, o nome do pai adotivo falecido há 9 anos. Conforme o defensor, Cássio Sanches Barbi, “os pais biológicos da assistida perderam judicialmente o poder familiar e foi iniciado processo de adoção, que só terminou quando o pai socioafetivo já havia falecido”. Ela então pediu para entrar com processo para ter também o nome paterno e obteve decisão favorável.

Voto a voto – Embora ainda não esteja aberto o período de disputa pelos eleitores nas ruas da Capital, dia desses, o pré-candidato ao Governo, André Puccinelli (MDB), foi visto em pizzaria na Rua Pontalina, na Vila Santo Eugênio, em Campo Grande, conversando com potenciais eleitores. O político foi de mesa em mesa cumprimentar os clientes. Só não disse a frase proibida: “vote 15”.

Reprovadas – O PSL, antigo partido do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), teve suas contas reprovadas nos municípios de Pedro Gomes e Sonora. De acordo com a Justiça Eleitoral, diante da desaprovação, a sigla fica impedida de receber quota de Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, persistindo os efeitos da restrição até a efetiva apresentação das contas.

Mais um – A Comissão Provisória do Solidariedade de Sonora também teve suas contas reprovadas. Embora tenham sido provocados, os integrantes da comissão não responderam ao chamado da Justiça Eleitoral.

Presente guardado – O artista plástico, Nilo Shigueru Arashiro, surpreendeu o senador Nelsinho Trad (PSD) essa semana, com uma tela pintada em 2010. Doze anos depois, ele a entregou o presente com detalhes simbólicos sobre a trajetória da família Trad em Mato Grosso do Sul. “No início, a vida do Cônsul Assaf Trad foi difícil, ele teve uma queda, depois, os seus descendentes prosperaram. O amarelo simboliza o ouro, porque ele dizia que Brasil era uma terra rica, para quem trabalhasse, o verde é a nossa mata e o vermelho, é o amor”, explicou o artista ao parlamentar, que compartilhou vídeo nas redes sociais.

Temporada aberta – Liberada desde quarta-feira (20), a temporada de convenções será oficialmente aberta nesta sexta-feira (22) pelo União Brasil, que deve lançar a deputada federal Rose Modesto como candidata ao Governo de Mato Grosso do Sul. O evento ocorre no fim da tarde.

Nos siga no Google Notícias