A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/10/2018 06:00

Halloween tem caça às bruxas no Damha

Ângela Kempfer e Anahi Zurutuza

Caça às bruxas - Festina de Halloween no Residencial Damha, feita para as crianças, teve até cemitério com nomes de desafetos políticos. Em cruzes distribuídas pelo gramado, os organizadores deixaram claro quem gostariam de ver mortos.

Mortos vivos - Cada cruz tinha o nome de um político do PT ou de apoiadores do partido. Na relação de pessoas, estava Lula, Haddad, Boulos, Ciro Gomes e, claro, conhecidos sul-mato-grossenses como o ex-governador Zeca do PT.

Fake news – Até os últimos minutos da votação de domingo (28), as fake news circulavam em grupos de Whatsapp em Mato Grosso do Sul. Contra o candidato do PDT, Odilon de Oliveira, a última mentira disparada foi print de suposta matéria informando a prisão do filho dele e coordenador da campanha, o vereador Odilon de Oliveira Júnior, por compra de votos.  

Rapidinho – No mesmo minuto a equipe do juiz contra-atacou com vídeo. Odilon Júnior, também coordenador de campanha do pai, gravou depoimentos mostrando que estava livre e solto.

Cerva na mão - A festa da vitória do governador Reinaldo Azambuja praticamente fechou o edifício onde ele mora com a família, no Jardim dos Estados. Os vizinhos transitavam satisfeitos, vestidos de verde e amarelo, pelas áreas comuns e ao que indica, a bebida da festa foi a cerveja Coronita.

Ministra? - Cotada para o Ministério da Agricultura, a deputada federal reeleita Tereza Cristina pretende ir felicitar Bolsonaro pessoalmente pela vitória. Já era até chamada de ministra na festinha de comemoração de Reinaldo. Mas ela diz que não há definição, apenas que o presidente eleito disse que o nome do futuro titular do ministério passava pela FPA (Frente de Parlamentares em Defesa da Agropecuária). “Tem que ser um nome de consenso”, justifica.

Novos rumos – Tereza Cristina defende que Bolsonaro representa novos rumos, com defesa de valores da família, e espera que ele cumpra a Constituição, sem viés ideológico. “O democrático é o Bolsonaro”, afirma

Minguado - Diferente de outras eleições, o TRE-MS não concentrou torcida neste segundo turno. Só um grupo menor que 50 pessoas apareceu por lá ontem. A maioria era de eleitores do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e alguns de Jair Bolsonaro (PSL). Antes do término da apuração, todos já tinham ido embora do local.

Tietes - No primeiro turno, a torcida de alguns deputados estaduais, como de Lídio Lopes (Patri) e da senadora eleita, Soraya Thronicke (PSL), estiveram no TRE esperando para tietar os eleitos. Desta vez, nenhum dos dois candidatos ao governo foram até o local, preferiram seguir para os comitês eleitorais, para os discursos finais.

Ops – Além de personagens de ilegalidade, santinhos jogados em frente a um dos locais de votação de Campo Grande, a Escola Estadual Amélio Carvalho Baís, tinham outro errinho. O candidato do PT à Presidência foi rebatizado: “Fernando Haddah”.

Diplomação tem "clima universitário" e Bolsonaro "presente"
Festa – Realizada na mesma época das colações de grau de universitários, a diplomação dos eleitos neste ano teve um quê desse tipo de festa. A platei...
Preso usa marmita para escapar da polícia
MacGyver – Na sexta-feira passada, o detento Thiago Miranda dos Santos Ferreira, de 19 anos, conseguiu abrir as algemas e escapar, na porta do Presíd...
Marília Mendonça, rainha da sofrência e da "fofura"
Gente boa – Marília Mendonça não é famosa só por sua voz e pelo sucesso tão jovem. É querida pelas fãs por ser despachada e, ao mesmo tempo, simpátic...
Reajuste colocaria folha dos servidores em risco
Reflexo – Há uma séria preocupação dentro da prefeitura de Campo Grande com um aumento no salário do prefeito. É em relação ao que significaria o rea...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions