A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/08/2018 06:00

Indecisões até a última hora para fechar chapas

Anahi Zurutuza

Incertezas – O fim de semana de convenções em Mato Grosso do Sul foi marcado por episódios de indefinições. Só a chapa de Reinaldo Azambuja (PSDB) parece não ter tido dificuldade para ser lançada no sábado (4).

Pressão nacional – Minutos antes do início da convenção do MDB, o vice de Simone Tebet ainda era uma incógnita. O pronunciamento de Sérgio Harfouche aos filiados foi pouco antes de ele subir no palanque ao lado da senadora. Mesmo assim, o procurador fez questão de deixar claro que abandonou o projeto de sair candidato ao Senado por imposição do diretório nacional do PSC.

Qual deles? – Depois de trocar três vezes de vice, o PDT, de Odilon de Oliveira, ficou em dúvida se escolhia o bispo Marcos Antonio Camargo Vitor, 53, ou a mulher dele, Adriana Lagemann Camargo Vitor, para fechar a chapa. O integrante do PRB de Dourados venceu a “queda de braço” com a esposa.

Apoio - Candidata ao governo pelo MDB, em substituição de última hora, Simone Tebet usou durante todo o discurso, na convecção partidária deste sábado, um terço na mão.

Fé - Antes disso, a senadora disse que a fé é importante, ao citar quem seria o candidato a vice-governador, o procurador Sérgio Harfouche, conhecido no segmento evangélico.

Semelhanças - Além da semelhança óbvia pelo gênero, o primeiro jingle de campanha da senadora Simone Tebet lembra o lançado durante a campanha de Rose Modesto (PSDB), que em 2016 tentou a prefeitura. A melodia puxava um trecho "agora é Rose", enquanto o da candidata emedebista fala "agora é ela".

Mulheres – Falando em mulheres, Mato Grosso do Sul terá neste ano 4 mulheres na disputa pelo governo, embora só uma, Simone Tebet, seja cabeça de chapa. No posto de vice estão Luciene Silva (PT), Ana Maria Bernadelli (Rede) e Diná Freitas (Psol). São no total 6 coligações que lançaram candidatos ao Executivo estadual.

Troca de palanque - A mudança de palanque do partido de Keliana Fernandes (Pros) de última hora virou motivo de piada em Dourados. Após fazer nome usando programa de rádio para detonar a administração de Murillo Zauith (DEM) na prefeitura e disputar com ele o voto dos douradenses em 2012, a ex-mulher de Marçal Filho agora terá de pedir voto para a chapa que tem Murilo como candidato a vice-governador.

Uma a menos – Keliana seria mais uma representante feminina na disputa para o Executivo. Foi convidada para estar ao lado de Odilon de Oliveira e o PDT chegou a anunciá-la como vice. Mas, dias depois, o Pros decidiu romper a aliança com o partido que lançou o juiz como candidato do governo e oficializou ontem apoio ao PSDB.

Aperto – A convenção do DEM teve um contratempo. A sede do partido em Campo Grande é tão pequena e estava tão cheia que muitos correligionários tiveram de ficar para fora, na chuva. Apesar do incômodo, as pessoas pareciam não se importar e riram quando o deputado federal Luiz Henrique Mandetta brincou: “a gente procura lugar pequeno mesmo, que é para encher”.

(Com Mayara Bueno, Helio de Freitas e Mirian Machado)

MS é líder de grana para a celulose
Menina dos olhos – Mato Grosso do Sul segue como o estado com mais previsão de investimentos da indústria da celulose. Projeção da Ibá (Indústria Bra...
Os presos da Lama Asfáltica em números
1 mês – Nesta segunda-feira (19), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho dele André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves complet...
Rotatória da Coca-Cola e a falta de educação
Boca-suja– O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine de Lima Bruno, contou nesta semana que mudanças na confluência ent...
MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions