ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Mandetta pede apoio a Bolsonaro: "pessoa boa"

Por Leonardo Rocha e Fernanda Palheta | 29/02/2020 07:00
Luiz Henrique Mandetta durante entrevista nesta sexta-feira, em Campo Grande. (Foto: Fernanda Palheta)
Luiz Henrique Mandetta durante entrevista nesta sexta-feira, em Campo Grande. (Foto: Fernanda Palheta)

Apelo – Durante agenda em Campo Grande nesta sexta-feira (28), o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), aproveitou para defender “colaboração” com o chefe, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O tema surgiu de forma espontânea, durante discurso do ministro em agenda no gabinete do prefeito Marquinhos Trad, para repasse de verbas da saúde.

Razões – Em sua fala, Mandetta disse que Bolsonaro precisa do apoio dos brasileiros. Pediu para as pessoas “trabalharem com ele”. E explicou porque pedia: “É uma pessoa muito boa”.

Elogio – Ex-secretário de Saúde em Campo Grande, Mandetta também usou o discurso para afagar a equipe montada no governo federal. Disse que conseguiu montar um time técnico, “sem penduricalhos”.

Opinião – Bolsonaro também foi tema de afirmação do senador Nelsinho Trad (PSD), mas ele evitou polêmicas sobre o vídeo chamando para protesto contra os poderes Legislativo e Judiciário, replicado pelo presidente. Avaliou que quem estiver na frente do governo, seja de direita, esquerda ou centro, deve sempre estar na defesa das instituições.

Sistema ideal - "Não existe um instrumento melhor do que a democracia. O Executivo, Legislativo e Judiciário precisam ter sua independência, mas com relação harmônica", completou o senador.

Sem pânico – Médico, Nelsinho opinou que o novo coronavírus é preocupante porque tem propagação mais intensa do que outros vírus semelhantes. No entanto, ponderou que mortalidade é menor, com média de 2% no mundo.

Recomendação – O senador também destacou que além dos cuidados básicos de higiene, é importante as pessoas cuidarem de sua imunidade, com boa alimentação e vida saudável. "Ela (imunidade) é única que está pronta para dar uma resposta para combater efetivamente qualquer infecção viral".

Impactos – Outra ponderação foi de que, além da saúde pública, o coronavírus já começou a abalar outros setores, como a economia do mundo e consequentemente do Brasil. "Existe o impacto na questão econômica, por exemplo, aqui já houve um aumento no dólar e deve ter novas consequências".

Superfaturamento – Em meio ao surgimento de casos do vírus surgido na China, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Rezende, reclamou do aumento do preço das máscaras cirúrgicas. Segundo ele, o valor unitário já chegou a ter ampliação de mais de 20 vezes.

Mudança – Presos com problemas de mobilidade passaram a ter tratamento diferenciado nas audiências de custódia a serem realizadas no Fórum de Campo Grande. Como parte de política para melhorar a acessibilidade em seus prédios, o Tribunal de Justiça decidiu que eles vão desembarcar diretamente no estacionamento, mais perto das salas onde o juiz faz uma espécie de entrevista com o preso e decide se mantém o encarceramento.