A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


31/12/2014 06:00

No último dia, André marca inauguração de obra para o meio-dia

Edivaldo Bitencourt

Parado – Oficialmente, o processo sobre a nomeação de Antonio Carlos Arroyo (PR) para o Tribunal de Contas do Estado continua parado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Desde a liminar da desembargadora Tânia Garcia Borges de Freitas no dia 26 deste mês, não houve mais movimentação no site do TJMS.

Recursos – No entanto, nem é tudo como parece no site do Tribunal de Justiça. O Governo estadual recorreu da decisão e o TCE já se manifestou sobre a defesa da nomeação de Arroyo. A movimentação do processo só está parada no site do Poder Judiciário.

Convocado – Com a renúncia da vice-governadora eleita, Rose Modesto (PSDB), o presidente da Câmara Municipal da Capital, Mario Cesar (PMDB), convocou o primeiro suplente, José Chadid. Ele está sem partido e assume a vaga de vereador a partir do dia 1º.

Polêmica – No entanto, Chadid pode enfrentar uma batalha judicial para continuar no cargo de vereador. O PSDB cogita pedir o mandato na Justiça. Ele foi expulso do partido após se manter leal ao então prefeito, Alcides Bernal (PP).

Contínuo – O diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Gestão do Sistema Penitenciário), coronel Deusdete de Oliveira, deverá continuar na gestão tucana. Ele é cotado para assumir o comando geral da Polícia Militar na administração de Reinaldo Azambuja.

Técnico – O outro nome certo na nova administração é do atual secretário estadual de Fazenda, Jader Afonso. Ele deverá continuar com superintendente da nova pasta, que será comandada pelo deputado federal eleito, Márcio Monteiro (PSDB).

PDT – O PDT, que apoiou a candidatura de Delcídio do Amaral (PT), vai ter bons motivos para apoiar o novo Governo. O partido emplacou Gerson Claro no Detran e deverá ter a delegada Sidnéia Tobias na Diretoria Geral da Polícia Civil.

Malas prontas – O engenheiro Rudel Trindade deve deixar a administração municipal de Campo Grande. Ele vai trocar a presidência da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Delegados pela MSGás. No entanto, a exoneração do cargo não foi publicada, até ontem, no Diário Oficial do Município.

Despedida – O governador André Puccinelli (PMDB) despede-se do cargo com uma inauguração ao meio-dia desta quarta-feira. Ele vai entregar a pavimentação da MS-010, entre Campo Grande e o distrito de Rochedinho.

Aquário – Puccinelli não participou da apresentação do Aquário do Pantanal, a obra emblemática da Capital. Três técnicos fizeram a vistoria técnica e garantiram que 90% das obras estão concluídas. O Aquário deverá custar R$ 170 milhões até ser concluído em 30 de abril de 2015.

(colaboraram Leonardo Rocha, Alan Diógenes e Filipe Prado)

PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...
Quórum é motivo de "gracinha" na Assembleia
Presentes! Depois de três episódios neste ano de falta de quórum para votar projetos, o tema virou até motivo de puxada de orelha em tom de brincadei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions