A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


31/12/2014 06:00

No último dia, André marca inauguração de obra para o meio-dia

Edivaldo Bitencourt

Parado – Oficialmente, o processo sobre a nomeação de Antonio Carlos Arroyo (PR) para o Tribunal de Contas do Estado continua parado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Desde a liminar da desembargadora Tânia Garcia Borges de Freitas no dia 26 deste mês, não houve mais movimentação no site do TJMS.

Recursos – No entanto, nem é tudo como parece no site do Tribunal de Justiça. O Governo estadual recorreu da decisão e o TCE já se manifestou sobre a defesa da nomeação de Arroyo. A movimentação do processo só está parada no site do Poder Judiciário.

Convocado – Com a renúncia da vice-governadora eleita, Rose Modesto (PSDB), o presidente da Câmara Municipal da Capital, Mario Cesar (PMDB), convocou o primeiro suplente, José Chadid. Ele está sem partido e assume a vaga de vereador a partir do dia 1º.

Polêmica – No entanto, Chadid pode enfrentar uma batalha judicial para continuar no cargo de vereador. O PSDB cogita pedir o mandato na Justiça. Ele foi expulso do partido após se manter leal ao então prefeito, Alcides Bernal (PP).

Contínuo – O diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Gestão do Sistema Penitenciário), coronel Deusdete de Oliveira, deverá continuar na gestão tucana. Ele é cotado para assumir o comando geral da Polícia Militar na administração de Reinaldo Azambuja.

Técnico – O outro nome certo na nova administração é do atual secretário estadual de Fazenda, Jader Afonso. Ele deverá continuar com superintendente da nova pasta, que será comandada pelo deputado federal eleito, Márcio Monteiro (PSDB).

PDT – O PDT, que apoiou a candidatura de Delcídio do Amaral (PT), vai ter bons motivos para apoiar o novo Governo. O partido emplacou Gerson Claro no Detran e deverá ter a delegada Sidnéia Tobias na Diretoria Geral da Polícia Civil.

Malas prontas – O engenheiro Rudel Trindade deve deixar a administração municipal de Campo Grande. Ele vai trocar a presidência da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Delegados pela MSGás. No entanto, a exoneração do cargo não foi publicada, até ontem, no Diário Oficial do Município.

Despedida – O governador André Puccinelli (PMDB) despede-se do cargo com uma inauguração ao meio-dia desta quarta-feira. Ele vai entregar a pavimentação da MS-010, entre Campo Grande e o distrito de Rochedinho.

Aquário – Puccinelli não participou da apresentação do Aquário do Pantanal, a obra emblemática da Capital. Três técnicos fizeram a vistoria técnica e garantiram que 90% das obras estão concluídas. O Aquário deverá custar R$ 170 milhões até ser concluído em 30 de abril de 2015.

(colaboraram Leonardo Rocha, Alan Diógenes e Filipe Prado)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions