A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


31/07/2013 06:00

O jogo do Palmeiras, o Papa e o vilão

Edivaldo Bitencourt

Voz da experiência - Com a experiência de quem cumpre o 10º mandato como deputado estadual e, neste período, viveu as principais decisões políticos do Estado, Londres Machado (PR), disse ontem que o governador André Puccinelli (PMDB) e o senador Delcídio do Amaral (PT) vão estar juntos na campanha eleitoral de 2014.

Mesma opinião - Amigo de Londres e do governador, o presidente da Assembléia Legislativa, Jerson Domingo, segue na mesma direção. Em toda oportunidade que tem, defende a aliança entre peemedebistas e petistas, com Delcidio liderança a chapa majoritária.

Confusão - O secretário da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), Wantuir Janici, trocou nomes de prefeitos e deputados na entrega de cinco Unidades de Resgate do Corpo de Bombeiros na Governadoria. Ele confundiu o prefeito de Nova Andradina com o de Fátima do Sul. Já o deputado Osvane Ramos (PTdoB) foi chamado de Onevan, que é Matos, do PSDB.

Cobrança - O deputado estadual Osvane Ramos (PT do B) cobrou do governador André Puccinelli (PMDB) um aumento de investimento para que haja uma unidade do Corpo de Bombeiros em cada cidade do Estado, pois hoje só existem em 22 cidades. Ele ponderou que sabe que a situação financeira não é uma das melhores, mas pediu este esforço do executivo.

Resposta - André respondeu a Osvane que iria “tirar” o recurso para implantação das unidades (Corpo de Bombeiros) da verba destinada aos deputados, já que só assim poderia responder sua solicitação. O governador ainda argumentou que se comparar seu trabalho com os antigos gestores do estado, poderá ver que ele fez muito neste setor.

Só obra – O governador informou ontem que não prepara nenhuma festa para comemorar no aniversário de Campo Grande. Puccinelli repisou no discurso de que só pensa em obras para beneficiar a sua Cidade Morena. Além de citar a pavimentação do Jardim Aero Rancho, ele aproveitou para cutucar o prefeito, que não contribuiu com nada. “Ele poderia ajudar um pouco, vou fazendo a minha parte”, ressaltou.

O Papa – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fechou, literalmente, durante a visita do Papa Francisco ao Brasil. Esse foi um dos motivos que atrasou o desenrolar do jogo de São Caetano e Palmeiras em Campo Grande. E, como Francisco conquistou o público, o clube paulista não teve o menor pudor em dividir o ônus de desistir da partida com o Santo Padre.

O vilão – Como não tem fama de santo, o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Francisco Cezário, virou o grande vilão da história. Torcedores não se conformam e culpam o dirigente pelo fracasso da partida pelo Brasileirão da série B.

Nova dupla – A campanha para 2014 ainda está longe, mas já tem gente ensaiando uma dupla: Nelcéio, que é Nelsinho Trad para governador e Aécio Neves para presidente da República. Os primeiros adesivos já começam a circular na cidade e apostam numa aliança que está difícil de sair, considerando-se o racha da última eleição.

Festa em São Paulo – O procurador-geral do Município, Luiz Carlos Santini, viajou para participar de uma festa em Bauru, interior de São Paulo. A viagem mostra a tranquilidade do magistrado aposentado em relação a ação da OAB/MS, que pede a sua imediata demissão do cargo na Prefeitura de Campo Grande.

Vinda de Temer a MS atraiu poucos políticos
Recepção solitária – Programada em meio ao clima de tensão política sem fim em Brasília, a agenda do presidente Michel Temer em Mato Grosso do Sul no...
Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions