ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 25º

Jogo Aberto

Partido do vice que Trad queria deve caminhar com Riedel

Por Adriel Mattos, Caroline Maldonado e Anahi Zurutuza | 06/05/2022 06:00
No dia 5 de março, Ayache passou tão rápido pelo lançamento da candidatura de Marquinhos que mal foi possível fotografá-los juntos. (Foto: Instagram/Reprodução)
No dia 5 de março, Ayache passou tão rápido pelo lançamento da candidatura de Marquinhos que mal foi possível fotografá-los juntos. (Foto: Instagram/Reprodução)

Socialistas tucanos – Depois de descartar caminhar com o pré-candidato ao governo Marquinhos Trad (PSD), o PSB está cada vez mais próximo de apoiar o adversário do ex-prefeito, o ex-secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel (PSDB). Membros da direção estadual e parlamentares se reuniram em Brasília com a Executiva Nacional nesta semana, que liberou os estados a apoiar quem quiser.

Tchau, querido – O presidente estadual do PSB e da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado), Ricardo Ayache, já havia descartado ser vice na chapa de Marquinhos. Nesta semana, o deputado estadual Paulo Duarte revelou ao Campo Grande News que os socialistas devem apoiar a pré-candidatura tucana. A confirmação sai em reunião da Executiva Estadual na segunda-feira (9).

Parabéns – A sessão de quinta-feira (5) da Assembleia Legislativa foi marcada pelo aniversário do deputado estadual Pedro Kemp (PT). Os colegas parabenizaram, mas não sem cutucá-lo. Amarildo Cruz (PT) revelou a nova idade, 60 anos, e o presidente Paulo Corrêa (PSDB) disparou: "Eu não entendi, deputado Amarildo, 70 anos? Kemp é um garoto", disse, aos risos.

Quem cala, consente – Renan Barbosa Contar, o Capitão Contar (PRTB), prometeu presente inusitado ao petista. "Vou dar a ele uma camiseta 'Fechado com Bolsonaro'", comentou. Já João Henrique Catan questionou se o cabelo de Kemp era natural. "O deputado Pedro Kemp combate muitas fake news, mas estou achando que o cabelo dele são 'fake fios', porque nessa idade, era para estar mais ralo", afirmou. Kemp apenas riu, mas não respondeu.

É lei - A prefeitura agora é obrigada a disponibilizar e publicitar adesivos indicativos com os dizeres “aqui mora uma pessoa autista”. O ex-prefeito, Marquinhos Trad (PSD), vetou o projeto de lei, mas os vereadores derrubaram o veto e a obrigação acabou virando lei, nesta quinta-feira (5).

Reavaliação – Adélio Bispo de Oliveira, que na campanha de 2018, esfaqueou Jair Bolsonaro, passará por nova avaliação psiquiátrica no mês que vem. No dia 14 de junho, completam 3 anos que ele está “internado” sem perícia médica, condição que foi estabelecida em junho de 2019, quando a Justiça o considerou inimputável por problemas mentais.

Soltura – Adélio deveria estar em hospital psiquiátrico, mas na falta de vaga, ele permanece no Presídio Federal de Campo Grande, onde foi preso preventivamente logo após o episódio. Ele pode ser libertado se constatado que ele não sofre mais de transtornos mentais.

Modernização – A Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande passará a operar usando sistema nacional de compartilhamento de informações. É que a Prefeitura aderiu ao Sinesp-CAD, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, uma ferramenta de suporte a serviços públicos emergenciais, que permite a integração do atendimento de forças de segurança pública a outros órgãos do País.

Objetivo – A intenção, de acordo com o secretário municipal de Segurança, Valério Azambuja, é melhorar o tempo de resposta das equipes da guarda nas ocorrências. “Vamos começar a usar o Sinesp-CAD já na segunda-feira (9). O sistema proporciona a integração das bases de dados, rapidez nas operações diárias da GCM e eficiência na compilação das informações para tomada de decisões estratégicas”, explicou.

Incentivo – A pista de skate a ser construída na região das Moreninhas, em Campo Grande, poderá receber mais um lote e fica mais ampla. A doação da área está prevista no Projeto de Lei 107/2022, encaminhado nesta quinta-feira (5) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias