A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/04/2012 06:00

Coincidência ou plágio...

Jogo Aberto
Ex ajudante de ordens de Zeca, o tenente-coronel Ezequiel apresenta a tropa ao maior rival do petista, Puccinelli. (Foto: Minamar Junior)Ex ajudante de ordens de Zeca, o tenente-coronel Ezequiel apresenta a tropa ao maior rival do petista, Puccinelli. (Foto: Minamar Junior)

Ironia do destino

Durante os governos de Zeca do PT, o tenente-coronel Ezequiel Martins era o ajudante de ordens do chefe do Executivo, ou seja, o militar mais próximo dele, o que estava sempre a postos nos eventos e que acompanhava nas viagens. Pois ontem, durante a solenidade em homenagem a Tiradentes, uma das mais tradicionais da Corporação, foi de Ezequiel a tarefa de apresentar a tropa ao histórico rival de Zeca, o governador André Puccinelli (PMDB).

Depois, depois

O secretário de Segurança, Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Wantuir Jacini, foi discreto e educado ao dizer a um jornalista que não sairia do palanque da cerimônia em comemoração ao Dia de Tiradentes para dar entrevista. Sutil, o secretário disse que conversaria depois: “Me espera na saída”, brincou.

Susto

O governador André Puccinelli (PMDB) ficou admirado com as simulações feitas pela polícia no evento. Principalmente quando um cachorro saiu de um carro da polícia e atacou quem se passava por um bandido. “Não me disseram que isso ia acontecer”, confidenciou o governador.

Depois do susto, a piada

Vendo que estava tudo bem, Puccinelli brincou dizendo que o cachorro seria utilizado para atacar quem falasse mal dele.

Estrago

Não foi só o governador que se admirou. Entre os que assistiam, o comentário era sobre o poder de "destruição" do cão numa situação real. O cachorro é um pitbull, treinado por policiais que fazem parte da "tropa de elite" da PM.

Pergunta que não cala

O deputado Cabo Almi (PT) também esteve no evento. Indagado se falou com o governador sobre o reajuste do salário dos ex-colegas, em fase de negociação, disse que sim, mas não detalhou a resposta.

Cada macaco no seu galho

A resposta de Almi foi de que "Puccinelli tinha o papel dele". Assim como eu de fazer a cobrança". Vale lembrar que o governador já disse que Almi manifestou anteriormente vontade de trocar o PT pelo PMDB, o que o parlamentar negou.

Separadas na editora

Quem vê na banca a recém criada revista da apresentadora Ana Maria Braga,se não estiver atento, pode confundir com a revista local A Gente, muito lida nos consultórios médicos e salões de beleza. O logotipo é muito, mas muito parecido.

Diferenças

Parece, mas não é. Na primeira edição de A, a própria Ana Maria está na capa. A edição mais recente de A Gente tem Fernanda Lima. Diferença também no preço: A revista da apresentadora custa R$ 7,90 e a de Campo Grande tem preço de capa de R$ 12,00.

Inferno astral

Mal tomou posse, 20 dias atrás, e o presidente do TJ, Hildebrando Coelho Machado, já enfrenta mobilização dos servidores por reajuste, com direito a paralisação. Talvez seja efeito do mês de aniversário do magistrado, que nasceu em 11 de abril.

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions