A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/12/2014 06:00

Polícia tem dinheiro para lançar livro, mas não compra material de R$ 10

Edivaldo Bitencourt

Acordo – O PMDB e o governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) firmaram um acordo para a manutenção de alguns técnicos do segundo escalão. Eles pertencem ao PMDB, mas vão colaborar com o novo governo a partir de janeiro.

Cotado – Um dos nomes certos na administração é o do atual secretário estadual de Fazenda, Jader Rieffe Julianelli Afonso. Ele vai continuar como superintendente e será uma espécie de braço direito do novo chefe do fisco, Márcio Monteiro. O acordo é mantê-lo na pasta por dois anos.

Adjunta de três – A primeira-dama Fátima Azambuja vai ter nenhum cargo no primeiro escalão do marido. No entanto, ela destacou vai atuar como uma espécie de secretário adjunto da Educação, Saúde e Assistência Social. “O meu compromisso é com o social”, destacou.

Quebrando protocolos – Fátima contou que "assim como é de regra" não vai ocupar nenhum cargo na gestão de Reinaldo Azambuja. O tucano ainda frisou que a mulher vai trabalhar bastante no social, mas sem receber um tostão pelos préstimos aos sul-mato-grossenses.

Impasse – Ademar Júnior, ex-presidente da Famasul, não quis ir para a Secretaria de Produção e Agricultura Familiar e criou um impasse no novo escalão. Agora, com o adiamento do nome para 1º de janeiro, Reinaldo ganha tempo para convencê-lo a aceitar o novo posto.

Meritocracia - Reinaldo anunciou que os "colaboradores" deveriam ganhar até 14º salário por bom rendimento. Ele ainda destacou que essa questão de "devolver' os funcionários para o seus locais de origem gerou um descontentamento, no entanto, a tônica do seu governo será a valorização do funcionalismo.

Renúncia – O Diário Oficial de Campo Grande publicou, ontem, a renúncia ao mandato de vereadora de Rose Modesto de Oliveira, eleita vice-governadora do Estado. No entanto, o documento só tem validade a partir de 31 de dezembro deste ano. Com a medida, ela garante o salário integral de vereadora.

Equipe do plantão - A Câmara Municipal definiu a equipe que fará o plantão de fim de ano. Eles vão trabalhar de 23 de dezembro a 1º de fevereiro. A equipe é composta por Ayrton Araújo (PT), Paulo Pedra (PDT), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Magali Picarelli (PMDB) e Chiquinho Telles (PSD).

Miséria – Delegados da Polícia Civil estão revoltados com a falta de materiais básicos nas delegacias. Enquanto o atual diretor-geral, Jorge Razanauskas, promove o lançamento de livro, as unidades sofrem com a falta de um simples livro de registro, que custa R$ 10.

Congestionamento – Apesar da chuva, o trânsito ficou congestionado ontem à tarde no Centro de Campo Grande. O transtorno exigiu paciência dobrada dos motoristas e irritou até o Corpo de Bombeiros, que reclamou do tumulto nas vias centrais.

(colaboraram Angela Kempfer e Michel Faustino)

 

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions