A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


14/01/2020 06:00

Processo sobre Omertà vai parar no "lugar errado"

Marta Ferreira e Ângela Kempfer
Policiais penais correm atrás de detento que conseguiu pular telhado de presídio nesta segunda-feira (Foto: Reprodução de vídeo)Policiais penais correm atrás de detento que conseguiu pular telhado de presídio nesta segunda-feira (Foto: Reprodução de vídeo)

Esperem - Os guardas civis presos durante a Operação Omertà e transferidos para presídios de Naviraí e Dourados suspeitos de planejarem fuga do CT (Centro de Triagem) em Campo Grande, terão de esperar mais pela decisão Tribunal de Justiça a respeito do questionamento da defesa quanto à medida. O recurso de apelação contra a decisão de primeiro grau tramitava no lugar errado.

Redistribui - O processo estava na 2ª Câmara Cível e chegou a ter relator nomeado, o desembargador Nélio Stábile. Em despacho desta segunda-feira (10), o magistrado determinou o envio da causa para a área correta, a penal.

Lugar certo - Correm na 2ª Câmara Criminal todas as ações em segundo grau referentes à presos da Omertà, operação desencadeada em setembro do ano passado contra grupo de extermínio sob chefia, conforme a acusação, do empresário Jamil Name. Até agora, as defesas não conseguiram mudar as decisões.

Volta, PM- Funcionários do sistema prisional de Mato Grosso do Sul afirmaram à coluna que as tentativas de fuga no complexo penal em Campo Grande tiveram aumento expressivo depois de uma mudança criticada por eles. Afirmam que os homens da Polícia Militar não ficam mais perto da guarita e isso deixa os presos mais "audaciosos".

Análise – Não é de hoje que o Campo Grande News vem mostrando que a Lei de Abuso de Autoridade tem deixado forças de segurança pública de “cabelo em pé”. Ontem (13) um caso simples também foi parcialmente divulgado pelo "medo" de processo.

Chamem os advogados - Divulgação simples, das imagens de ladrão flagrado usando tampa de boca-de-lobo para arrombar porta de farmácia no centro da Capital, precisa passar pelo crivo do “jurídico” da Guarda Municipal, corporação responsável pelo videomonitoramento de Campo Grande.

Restrição ou censura? – Vale lembrar que sempre que necessário a imprensa pode, e deve, preservar as identidades dos envolvidos em qualquer situação que paute matéria. Mas e um flagrante? É preciso mesmo, nestes casos, esconder o criminoso?.

Peça a nota - A Fecomércio rasgou elogios à Nota Premiada, criada pelo governo de Mato Grosso do Sul. O presidente da entidade, Edison Ferreira de Araújo, está otimista com o retorno que pode vir pela frente. "O governo pode aumentar a arrecadação e os investimentos nas áreas da saúde, educação, segurança e infraestrutura”.

Machismo zero - Campo Grande agora terá ações voltadas ao combate ao machismo e à promoção da valorização da mulher dentro das escolas municipais. Lei foi publicada no Diário Oficial do Município, para implantação ainda no ano letivo de 2020.

Ética - Outro investimento na "futura geração" é o Projeto Educacional “Saber Direito”, também aprovado para implantação na rede municipal, com o objetivo de trabalhar nas escolas valor bem esquecidos ultimamente, a ética.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions