A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


02/12/2019 06:00

Recém-inaugurada, 14 de Julho já virou lixeira

Anahi Zurutuza e Marta Ferreira
Fotos publicadas no Facebook mostram 14 de Julho cheia de lixo (Foto: Reprodução)Fotos publicadas no Facebook mostram 14 de Julho cheia de lixo (Foto: Reprodução)

educação Dois dias após inauguração oficial, a Rua 14 de Julho já virou cenário de exposição da “má educação do brasileiro” que tanto se fala. Neste domingo, dia de lojas fechadas, a via estava tomada por lixo, principalmente na quadra entre a Cândido Mariano e a Dom Aquino.

Na rede – Internauta publicou fotos e crítica no Facebook. “Uma obra tão grande, com um custo tão alto (em todos os sentidos), pra servir de lixeira. Como é que 'educa' as pessoas?”. Ao Campo Grande News, a leitora contou que havia muito papel e bitucas de cigarros pelo chão.

Escutas – A força-tarefa que investiga as execuções atribuídas a grupo chefiado pelos empresários Jamil Name e Jamil Name Filho tem, além das interceptações da Operação Omertà, outras escutas captadas no inquérito de assassinato mais avançado, o da morte por engano de Matheus Coutinho Xavier, 20 anos.

Segredo – Sobre essa execução, há dois pedidos de interceptações autorizados pela Justiça, com captações reveladoras contra os 7 indiciados pelo crime. Porém, correm em sigilo.

Prazo final – O inquérito, cujo segredo de justiça foi retirado quando juiz determinou as prisões dos envolvidos, tem prazo legal até a primeira dezena de dezembro para ser concluído. Depois disso, cabe ao Ministério Público denunciar ou não as pessoas apontadas como responsáveis. A fase seguinte é o juiz do Tribunal do Júri decidir se acata a acusação e transforma denunciados em réus.

Insustentável – Em entrevista ao UOL e à Folha de S.Paulo neste fim de semana, a presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), não economizou críticas à gestão de Jair Bolsonaro (sem partido). Ela afirmou que o governo se tornará insustentável se a economia não reagir no ano que vem e se “pessoas voltarem às ruas porque não têm teto para morar”.

Contaminado – Segunda ela, o Executivo está “contaminado” por embates ideológicos desnecessários e, consequentemente, isso acaba atrapalhando a implementação de uma agenda de reformas.

Bem e mal – “Enquanto a gente avança com a pauta econômica, muitas vezes vem uma fala infeliz ou atravessada do governo e paralisa os trabalhos do Congresso. Acho que o embate ideológico que o governo está tentando travar, em uma mística guerra do bem contra o mal, está prejudicando o governo e, consequentemente, o país”, opinou a senadora.

Fato ou fake – Diante da avalanche de vídeos, fotos e notícias falsas circulando por aí, quando registro de verdade chega, fica difícil até de confirmar se o mesmo é fato ou fake.

Tornado – Antes do Campo Grande News publicar vídeo que mostra tornado em Vicentina, houve fonte que chegou a ver indícios de adulteração na imagem. Isso porque folhas de uma árvore não se mexiam. O fenômeno foi confirmado depois por dois serviços de meteorologia.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions