ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 10º

Jogo Aberto

Riedel volta aos gramados e faz gol de pênalti

Por Gabriela Couto, Fernanda Palheta e Lucas Mamédio | 20/06/2024 06:00
Governador Eduardo Riedel chuta para marcar o gol, de pênalti, na partida na terça-feira. (Foto: Divulgação)
Governador Eduardo Riedel chuta para marcar o gol, de pênalti, na partida na terça-feira. (Foto: Divulgação)

Boleiros - Sete meses depois da cirurgia no joelho, o governador Eduardo Riedel (PSDB) voltou aos gramados. Na noite de terça-feira, numa “pelada” entre os times do governo e assembleia, ele mostrou que está em forma e fez até gol, de pênalti. Eduardo Rocha, chefe da Casa Civil e o presidente do Legislativo, Gerson Claro também fizeram gols. No campo “desfilaram” ainda o secretário de Governo, Rodrigo Perez e os deputados Paulo Duarte, Rinaldo Modesto, Márcio Fernandes, Coronel Davi e o vice-governador José Carlos Barbosa, Barbosinha. A partida acabou no 2 X 2.

Dia seguinte - Depois da partida entre representantes do governo e da Assembleia, o presidente do Legislativo, Gerson Claro (PP), que foi o anfitrião do jogo em sua chácara, brincou com os colegas que ainda não tinham chegado para a sessão de quarta-feira (19). “Cadê meus atletas? Alguns estão em recuperação, com gelo, mas vão chegar”, brincou.

LDO - Foi aprovado por unanimidade na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Assembleia Legislativa o projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2025. Conforme o Poder Executivo, a meta da receita total, em valor corrente, está estimada em R$ 26,402 bilhões. O texto foi relatado pelo deputado estadual Pedro Caravina (PSDB) e teve duas emendas de redação incorporadas ao texto original.

Não é bem assim – Após denúncia de que a sede do Conselho Regional de Fisioterapia (Crefito) estava com falta de manutenção e que os funcionários estariam trabalhando em meio a estilhaços de vidros quebrados, o conselho se defendeu e disse que tudo não passou de uma mentira inventada de forma maldosa por um profissional que sofre processo disciplinar.

Foto antiga – A foto que mostra uma porta de vidro quebrada seria de 2022 e foi tirada na sede antiga do conselho. O local, atualmente, não abriga mais nenhum funcionário da instituição e está, inclusive, fechado.

Subcomandante novo - Governador Eduardo Riedel (PSDB) nomeou o coronel Nivaldo de Páuda Mello para desempenhar, interinamente, a função de subcomandante-Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, com data retroativa a 5 de junho. Ele está no lugar da coronel Neidy Nunes Barbosa, que foi exonerada no início do mês por ter pretensões políticas para um cargo disputado nas eleições deste ano.

Funcionou - Depois de ter cobrado publicamente mais celeridade da CCJR (Comissão de Constituição Justiça e Redação) no andamento da relatoria do projeto que pretendia cobrar dos autores de crimes feminicídios os gastos da vítima, o deputado Rinaldo Modesto (Podemos) viu o projeto ser arquivado por unanimidade nesta quarta-feira (19).

Incêndios - Deputado estadual Junior Mochi (MDB) voltou a usar a tribuna nesta quarta-feira (19) para tratar dos incêndios no Pantanal. Ele foi informado que na próxima terça-feira (25), a Casa de Leis poderá visitar o Centro de Controle do Fogo, às 16h30, para acompanhar o trabalho do governo do Estado no combate ao fogo.

Alfinetada - Aproveitando mais uma vez para questionar a falta de ação efetiva do governo federal em relação aos incêndios no Pantanal, deputado estadual Carlos Alberto David, o Coronel David (PL) disse que até o momento foram investidos R$ 50 milhões do Estado para apagar o fogo e cobrou a gestão do presidente Lula. “Cadê o recurso do governo Lula? Falavam tanto do Bolsonaro. Ontem (18) veio representante aqui, foi só para dar entrevista?”

Torcida organizada - O ex-governador André Puccinelli (MDB) teve até torcida organizada no embarque para Brasília em busca de recurso da Executiva Nacional para garantir sua pré-candidatura a prefeito de Campo Grande. Um grupo com pouco mais de 10 pessoas foi ao Aeroporto Internacional de Campo Grande dar apoio ao político.

Nos siga no Google Notícias