A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Fevereiro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/08/2018 06:00

Senador critica "descaso" com Paraguai

Marta Ferreira

Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de Mato Grosso do Sul na posse do novo presidente paraguaio, Mario Abdo Benitez, nesta quarta-feira. Ambos viajaram na comitiva do presidente Michel Temer. Nenhuma autoridade foi diretamente do Estado, apesar da proximidade e dos interesses comuns à região.

Não pode – O senador Pedro Chaves classificou como absurda a presença de tão poucos representantes sul-mato-grossenses na solenidade em Assunção. Para ele, deveria haver mais gente principalmente em razão do crescimento econômico que o Paraguai vem apresentando nos últimos anos.

Oportunidade – Ao defender que é preciso prestar mais atenção nos vizinhos, o senador citou a China como concorrente no aproveitamento da evolução que o país vem tendo. “Em vez deles, podemos ser nós”, afirma.

Fornecedor– Mário Abdo Benitez, o presidente empossado ontem, substitui Horácio Cartes, bastante conhecido do lado de cá da fronteira. Cartes é dono de pelo menos oito fábricas de cigarro, que produzem 90% das marcas vendidas no Brasil irregularmente.

Vai longe - Levantamento recente mostrou que o cigarro produzido no Paraguai em um ano daria para uma década de consumo interno. Ou seja, o objetivo é o comércio brasileiro. Entre as marcas está a Eigth, encontrada até com ambulantes no Rio de Janeiro.

Em dia – Depois do sorteio do IPTU dá Prêmios nesta quarta-feira, o vereador Wilson Sami (MDB) brincou que ia pagar suas contas na Central do Cidadão para concorrer na próxima oportunidade. “Isso mesmo, ajuda o município”, rebateu o secretário Municipal de Finanças, Pedro Pedrossian Neto.

Olha o gás – A Capital teve alívio nas contas, uma vez que o gás natural voltou a ser bombeado e render uma receita adicional de até R$ 10 milhões. Ainda assim, há preocupação quanto ao pagamento da folha de setembro.

Haja luz – A instalação de lâmpadas LED, conforme o prefeito Marquinhos Trad (PSD), não está restrita à região central. Bairros podem continuar com as mais velhinhas até que licitação seja concluída para sua troca. “Vamos entregar quase 60% da cidade com lâmpadas LED até o fim do mandato”, disse Trad. “A manutenção das existentes está sendo feita”.

Advogado do diabo – Depois de regulamentar que 5% da verba publicitária seja investida em ações e programas de combate a corrupção, o prefeito da Capital fez análise similar a que vai ouvir de críticos da gestão. “Como pode com tantos problemas em equipamentos públicos gastar 5% para dizer que não pode roubar se Jesus já dizia não furtarás”, indagou. “Porém, tudo que for para diminuir a corrupção farei para devolver [ao cidadão] os direitos que tem”.

On-line - A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul iniciou a transmissão de audiências públicas pelas redes sociais, no Facebook e Youtube para que as pessoas possam acompanhar os debates. Também vai abrir deixar que os internautas enviem perguntas pela internet para que os convidados do evento possam responder.

(Com Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

 

Quanto valem 9 dias não trabalhados na Assembleia?
Ponto cortado - A diferença na hora do pagamento será das grandes caso a Assembleia Legislativa resolva cortar o ponto do deputado Onevan de Matos, q...
Caso de MS ajuda mobilização contra homofobia
Triste exemplo - Para pedir votos em petição sobre a criminalização da homofobia no Brasil, a fanpage “Quebrando o Tabu”, com mais de 10 milhões de s...
PF precisa atualizar listinha de endereços
Lista velha - A Polícia Federal anda com endereços bem desatualizados. Cumpriu mandado de busca no antigo endereço do presidente da Fiems, Sérgio Lon...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions