A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/01/2014 07:00

Shopping quis multar "rolezinho" em R$ 50 mil

Edivaldo Bitencourt

IPTU – Após falar e criar factóides, os vereadores Edil Albuquerque (PMDB) e Otávio Trad (PMDB) desistiram de ingressar com ação na Justiça contra o reajuste de até 400% no Imposto Predial e Territorial Urbano. A partir de agora, se depender dos dois, cada contribuinte que se vire por si.

IPTU 2 – O secretário municipal de Receita, Disney Souza, convenceu Edil Albuquerque e Otávio Trad numa conversa na prefeitura. Apesar de não apresentar números das queixas na Central de Atendimento do IPTU, ele garantiu aos parlamentares que foram poucas reclamações.

Esperança – A população da Capital ainda tem uma esperança de ser salva pela Câmara Municipal. O vereador Elizeu Dionízio vai propor, assim que acabar o recesso, a revogação do decreto do prefeito Alcides Bernal (PP) que promoveu o reajuste no tributo.

Ruim – O ex-vereador Athayde Nery, presidente regional do PPS e um dos escudeiros do prefeito, admite que o anúncio da saída de Pedro Chaves é uma péssima notícia. A nomeação tinha dado credibilidade e ares de resgate à gestão Bernal.

To fora – Cotado desde o início para assumir a articulação política, Athayde Nery descarta assumir o cargo de Pedro Chaves. Ele alega que a prioridade neste ano é a campanha para deputado estadual e pronto.

Silêncio - O líder do prefeito, vereador Marcos Alex (PT), é cotado para assumir a Secretaria Municipal de Governo. No entanto, desde que o legislativo entrou de recesso, o petista ficou em silêncio e vem evitando dar entrevistas.

Rolezinho – O Shopping Campo Grande queria impor multa de R$ 50 mil para inibir qualquer participação no “rolezinho”, previsto para amanhã. A Justiça acatou o pedido de interdito proibitório, mas reduziu o valor para R$ 1 mil.

Divulgação – Após a decisão da Justiça proibindo a manifestação, o “rolezinho” ganhou popularidade no Facebook. O número de confirmações saltou de 800 e poucos para mais de 1,2 mil.

Cotado – O secretário estadual de Obras, Edson Giroto, ganhou mais uma opção nas eleições deste ano. Além de disputar uma vaga na Assembleia Legislativa e deputado federal, ele passou a ser sondado para ser candidato a vice-governador. Ontem, ele anunciou que a decisão caberá ao PR.

O retorno – As eleições de 2014 começam a ganhar contorno com a volta do governador André PUccinelli das férias. Ele retoma ao batente na segunda-feira e deve conduzir as negociações em torno da pré-candidatura de Nelsinho Trad ao Governo.

Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...
Partidos fazem "fila" por Takimoto
Desejado - Na mira do PDT para perder o mandato, o deputado estadual George Takimoto já tem fila de interessados em seu passe na Assembleia Legislati...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions