A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/03/2016 06:00

Vereador faz apelo a primeira-dama para ajudar prefeito

Waldemar Gonçalves
Mensagem em defesa da indústria tabagista nacional em campanha de combate ao contrabando (Foto: Marcos Ermínio)Mensagem em defesa da indústria tabagista nacional em campanha de combate ao contrabando (Foto: Marcos Ermínio)

Alma boa – Referindo-se a ela como “uma pessoa de alma boa”, o presidente da Câmara Municipal, João Rocha (PSDB), disse ontem que a primeira-dama de Campo Grande, Miriam Gonçalves, é a pessoa certa para ajudar o prefeito, Alcides Bernal (PP), no comando da cidade.

Críticas – Isto depois de discurso em que o tucano massacrou a gestão do pepista, chamando-o de incompetente, infantil e alucinado. Foi o primeiro pronunciamento dele neste sentido desde que assumiu o posto, em novembro do ano passado.

Afagos – Segundo Rocha, os problemas na administração municipal podem ser reflexos de que a primeira-dama está com alguma dificuldade em auxiliar o marido na condução de Campo Grande. “Se ela pudesse ajudar, interferir junto ao esposo, assim como faz as esposas dos vereadores, aconselhando, orientando, acalmando e afagando”, disse o vereador.

Apelo – O presidente da Câmara terminou o discurso com uma espécie de apelo. "A senhora é grande. Nos ajude. Ajude a população de Campo Grande. Consiga aconselhar o seu esposo. Em nome da minha esposa Rose, que já está melhor, graças a Deus”. O final é referência a conversa no ano passado em que, segundo o parlamentar, Miriam perguntou a ele sobre o estado de saúde da mulher.

Peemedebista – O deputado estadual Márcio Fernandes oficializa na próxima segunda-feira (7) sua filiação ao PMDB. Ele avalia a saída do PT do B como “tranquila e sem divergências”. “Recebi o convite do presidente do partido, Junior Mochi, e analisei o quanto o PMDB já contribuiu para o crescimento de Mato Grosso do Sul, aliás, em seu tempo, a Capital mesmo recebia inúmeros prêmios de referência, portanto pretendo ser mais um filiado que irá honrar a história do partido no nosso Estado”, detalha o parlamentar.

De baciada – Quem está aproveitando bastante a janela partidária é o PSDB. Três vereadores de Campo Grande anunciaram na sessão de ontem a filiação ao partido do governador, Reinaldo Azambuja. José Chadid retorna ao ninho tucano, após a anulação de sua expulsão, ocorrida em 2013, por ele ter permanecido como secretário de Educação de Alcides Bernal (PP). Magali Picarelli, que já assinou a filiação ontem à noite, também volta ao ninho depois de passar um período no PMDB. Flávio César deixou o PT do B depois de dois mandatos.

Sem inchar – Além dos citados, pelos menos outros quatro vereadores procuraram o PSDB nos últimos dias. Eduardo Cury (PT do B), Ademar Junior, o Coringa (PSD); Roberto Durães, que deixou o PT recentemente; e Paulo Siufi (PMDB), que conversou diretamente com Reinaldo sobre o assunto. Para o vereador Livio Leite, não há intenção de inchar a bancada do partido na Câmara Municipal. Alguns parlamentares serão orientados a procurar siglas aliadas dos tucanos.

PR no bloco – O deputado estadual Paulo Corrêa afirmou que, apesar da saída da sua colega de partido Grazielle Machado do bloco do PSDB, o PR continuará tanto na base quanto no grupo governista. “Foi uma decisão pessoal dela, que tem seus motivos, então temos que respeitar, mas eu continuo no bloco”.

Linha 085 – Pela primeira vez na história do Campo Grande News uma reportagem sobre música que não é sertaneja fica entre as mais lidas do dia. Mérito para a dupla Café com Leite, que, além de passar longe do estereótipo dos galãs de baladas universitárias, a notar a recepção dos leitores acertou em seu pop inspirado nas dificuldades do campo-grandense que depende do “busão” e vive com pouco dinheiro.

Cigarro e contrabando – “O contrabando está destruindo nossa indústria nacional de cigarros”. A frase, de conteúdo contestável em tempos de restrições cada vez maiores ao tabagismo, estava em uma das faixas penduradas em caminhões estacionados próximos à Receita Federal, em Campo Grande, ontem, onde foi apresentado o estudo que identifica Mato Grosso do Sul como principal rota do contrabando no Brasil.

(com a redação)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions