A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

24/02/2018 08:15

Avô partiu e deixou casa de madeira de 60 anos que abriga sonho de artista

Thailla Torres
Casa de madeira tem 60 anos, segundo o artista plástico Jonathan Lima de Oliveira.Casa de madeira tem 60 anos, segundo o artista plástico Jonathan Lima de Oliveira.

Em uma das regiões mais tradicionais da cidade, o São Francisco, a casa de madeira abriga histórias de quem não abre mão da simplicidade. O artista plástico Jonathan Lima de Oliveira, de 24 anos, é quem agora vive em um dos antigos imóveis do bairro, com a estrutura até torta.

A casa com cinco cômodos, veio de herança do avô que partiu recentemente e deixou tudo para o único filho, pai de Jonathan. Hoje, ele é quem vive na casa que tem mais de 60 anos, ao lado da esposa Priscila e do filho Nathan.

Esse 'e Jonathan e suas telas penduradas no muro.Esse 'e Jonathan e suas telas penduradas no muro.

O lugar ganhou uma pintura nova, mas está com a estrutura danificada. Mesmo assim, Jonathan diz que não troca a casa de madeira por qualquer residência pelo bairro. “Eu gosto, parece que do portão para dentro eu estou fora da cidade, lembra muito o clima de chácara”, garante.

O sonho de ir para o campo ele ainda espera realizar. “Se for pra deixar uma casa simples como essa, é pra viver em uma chácara perto da natureza”.

O imóvel histórico no bairro é também abrigo para os sonhos de Jonathan. O menino que sempre lidou bem com as cores e os desenhos, agora trabalha colorindo muros e telas pela cidade. Em casa o ateliê dele é o próprio muro para pintar.

“Sempre que eu tenho um trabalho novo, faço em uma tela e depois reproduzo em um ambiente maior. E vou pendurando aqui no muro, quem passa na rua olha, pergunta ou comenta alguma coisa”, diz.

Jonathan já foi ajudante de pedreiro, vendedor e frentista, mas agora quer se dedicar à arte, um sonho de infância. “Quando eu era pequeno sempre me destacava nos desenhos, eu sabia do que gostava, mas a gente cresce e as vezes desacredita de um sonho. Demora a enxergar o que tem que fazer”.

Hoje ele sonha em ser reconhecido pelo trabalho, que além da pintura inclui arte em madeira. "Tenho a carteirinha de artesão e algumas peças expostas na Casa do Artesão, mas quero que as pessoas saibam que hoje a arte é minha vida, faço porque amo e quero viver disso, dar uma vida melhor pra minha família”.

Casa fica no Sao Francisco.Casa fica no Sao Francisco.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.