ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 23º

Arquitetura

Carlos realiza sonho em barbearia com ideias criativas na decoração

Mesmo chamado de louco, Carlos apostou na abertura de barbearia em plena pandemia, e vem surpreeendendo clientes pela criatividade

Por Thailla Torres | 11/09/2020 06:20
Barbearia traz ideias criativas para quem deseja decorar sem gastar muito. (Foto: Paulo Francis)
Barbearia traz ideias criativas para quem deseja decorar sem gastar muito. (Foto: Paulo Francis)

Quem passa na frente da barbearia Brooklyn, na Avenida Manoel da Costa Lima, nem imagina que a fachada de vidro bem iluminada na verdade esconde um ambiente cheio de criatividade. Lá dentro, materiais comuns e de baixo custo na construção civil se transformaram em revestimentos e itens decorativos, que agora inspiram a freguesia.

O lugar também virou motivo para o sorriso diário do dono, o barbeiro Carlos Gaudioso, 28 anos, que se sente realizado ao olhar para barbearia que um dia sonhou ter.

Natural de Miranda (MS), Carlos é filho de pescadores na região pantaneira. Já foi garçom, frentista, chapeiro e pizzaiolo, até o dia que se apaixonou pela profissão de barbeiro numa viagem.

Espaço hoje é um sonho realizado de Carlos, que veio de Miranda. (Foto: Paulo Francis)
Espaço hoje é um sonho realizado de Carlos, que veio de Miranda. (Foto: Paulo Francis)

“Eu nunca me imaginei pegando numa tesoura e fazendo barba e cabelo. Nessa viagem acabei conhecendo o trabalho de uma pessoa que me incentivou e fui me especializar”, conta.

Carlos tinha uma barbearia pequena em Miranda até que decidiu fechar as portas e recomeçar em Campo Grande, no início do ano. Andou muito até encontrar o ponto ideal na periferia da cidade, afim de levar algo diferente para o público de um bairro mais distante do Centro.

Quando os planos finalmente puderam sair do papel, a pandemia ganhou força em Campo Grande. E Carlos, claro, foi chamado de louco por não abandonar o sonho mesmo diante da incerteza. “Era tanto abre e fecha na cidade, tanta gente em dúvida sobre como seriam as coisas daqui pra frente que eu cheguei a sentir medo, mas sonhos são sonhos, e eu decidi lutar por eles.”

Local tem lazer com sinuca e fliperama, para freguesia voltar no tempo. (Foto: Paulo Francis)
Local tem lazer com sinuca e fliperama, para freguesia voltar no tempo. (Foto: Paulo Francis)
Destaque para o espaço que é divido, mas sem descontar os clientes. (Foto: Paulo Francis)
Destaque para o espaço que é divido, mas sem descontar os clientes. (Foto: Paulo Francis)

Em menos de dois meses Carlos viu a barbearia pronta, graças ao projeto assinado pelo arquiteto Pedro Luiz Chaves, do escritório Estúdio Construir.

No espaço, além do corte de barba e cabelo para o público masculino, a clientela leva para casa ideias, basta observar os detalhes da execução do projeto.

Como o pedido do dono era tentar diminuir o custo da obra, o arquiteto colocou ideias econômicas em prática. Primeiro, usou placas de compensado para revestir uma das paredes. O material comum e barato em lojas de construção, comparado a outros revestimentos, é uma ideia que traz beleza e economia para o ambiente.

“O compensado apresenta características funcionais, o que facilita seu uso. Se a ideia é não gastar muito, ele é uma excelente opção. E por ser barato, é possível revestir grandes espaços, depois basta caprichar com peças para decoração”, explica Pedro.

E foi exatamente esse o resultado. Com o revestimento pronto, a decoração foi acrescida de quadros com pegada retrô e muita iluminação.

Uso de compensados como revestimento foi uma das soluções criativas. (Foto: Paulo Francis)
Uso de compensados como revestimento foi uma das soluções criativas. (Foto: Paulo Francis)

Do outro lado o compensado se apresenta em outra textura, dessa vez é uma madeira normalmente utilizada em reforço de parede de construções de drywall. “Ele é sempre um elemento diferente que fica escondido nesse tipo de construção e aqui o tom da madeira deu uma cara diferente à decoração.”

Como a ideia era ter uma decoração urbana e com pegada industrial, Pedro abusou de elementos que trouxessem esse estilo, também sem abrir mão de materiais de baixo custo. Por isso, utilizou o metalon para fazer os espelhos e também a divisão da barbearia, mas sem criar uma barreira entre quem estivesse sendo atendido ou se divertindo na área de jogos.

“A ideia era dividir o espaço para sem desconectar as pessoas. Então optamos pelo metalon, uma tela galvanizada e uma ‘parede’ com corda sisal, que também é de baixo custo.”

Parede também revestida com compensado. (Foto: Paulo Francis)
Parede também revestida com compensado. (Foto: Paulo Francis)

Para homenagear o Brooklyn, um dos bairros mais famosos de Nova Iorque, uma parede com lambe lambes foi a solução. A decoração também conta com elementos garimpados pelo proprietário e o arquiteto, como a máquina de escrever, quadros e até uma geladeira que é bastante disputada. “Todo mundo que entra aqui gosta dela. Foi um verdadeiro achado”, brinca Carlos.

A diversão no local fica por conta da sinuca e do fliperama com dezenas de jogos, uma ideia do proprietário para o público voltar no tempo, “lembrar dos tempos de menino”, diz.

Feliz e sem conter o sorriso ao falar da barbearia, aberta há dois meses, Carlos já tem novos planos. “Se tudo der certo eu abro uma nova barbearia e, quem sabe, um dia eu faça ela chegar de verdade no Brooklyn”, finaliza.

O local funciona de segunda a sexta das 9h às 20h e aos sábados das 9h às 18h. A barbearia está localizada na Avenida Manoel da Costa Lima, 729 – Vila Ipiranga.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Divisão feita com metalon e corda de sisal. (Foto: Paulo Francis)
Divisão feita com metalon e corda de sisal. (Foto: Paulo Francis)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário