ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Arquitetura

Casa de madeira reaproveitada vira templo de afetos para Marcos

Residência foi construída com madeira reaproveita e hoje é um lar que faz muita gente querer se hospedar

Por Thailla Torres | 13/05/2024 07:24
Casa de madeira é opção de hospedagem quando dono não está.
Casa de madeira é opção de hospedagem quando dono não está.

A casa do publicitário Marcos Dias Soares é uma surpresa boa, dessas que deixa a gente com vontade de ficar depois da visita. Com um clima rústico e zen, o imóvel em Bonito, que é alugado quando o dono não está por lá, tem história boa para contar até nas madeiras.

A família de Marcos comprou uma fazenda em Bonito, na década de 70, e foi justamente aí que a história da casa atual dele começou. A famosa fazenda Anhumas.

“Naquela época, todas as casinhas eram de madeira e havia uma escolinha, também de madeira, na área rural. Lá pelo final dos anos 90 fecharam as escolas rurais e os estudantes foram para a cidade com acesso ao transporte. E foi com a madeira de uma dessas casinhas que construímos a residência que tenho hoje”.

Lar é cheio de afetividade para Marcos, que quando volta para casa vive uma 'imersão'.
Lar é cheio de afetividade para Marcos, que quando volta para casa vive uma 'imersão'.

A ideia foi da irmã, Almira, que tinha um terreno na cidade e quis aproveitar a madeira de um dos imóveis na fazenda que não era mais utilizado. Anos depois, Marcos olha para a casa e tem certeza que jamais trocaria as madeiras pela alvenaria. “Minha casa é morada de afeto”.

Publicitário que se envolve há décadas com turismo e também tem casa em São Paulo, Marcos não vive o tempo todo na residência, por isso, nos últimos anos decidiu compartilhá-la com amigos na modalidade aluguel de temporada. Dá para passar um fim de semana na residência quando ela está disponível e estreitar as relações com itens pra lá de afetivos na casa.

Marcos deixa claro: “minha casa não é um hotel. Ela tem suas particularidades, marcas do tempo, do uso, então quem fica nela tem que ter essa consciência. Tudo ali tem uma história e uma importância para mim”.

Jardim é lugar preferido do dono, que ama receber os amigos
Jardim é lugar preferido do dono, que ama receber os amigos

Quem sugeriu reportagem da casa também é enfático que a residência traz mais experiência que muita hospedagem clean por aí. A casa tem um jardim amplo, quadros e móveis da família de Marcos, itens que vieram de São Paulo e são para ele uma relíquia, porta-retratos, cores, flores e cheiro de memórias.  “Tudo ali tem valor afetivo para mim”.

Não é à toa que, quando Marcos vai a Bonito, amigos ficam pelo menos 3 dias vê-lo na rua. “Eu fico todos esses dias em casa, contemplando cada canto, revisitando as memórias da família”.

Depois, claro, as reuniões com os amigos não faltam. É dali que saem boas histórias e a vontade de ficar após a visita. “Bonito é minha casa que nunca falta vontade para voltar”.

Quem quiser locar a residência, o contato é pelo Whats (67) 99213-6373 (falar com Lizandra)

Quadros e móveis contam um pouco da história da família
Quadros e móveis contam um pouco da história da família
Área de pergolada também é espaço charmoso para reunir os amigos.
Área de pergolada também é espaço charmoso para reunir os amigos.
Um dos quartos para receber os hóspedes
Um dos quartos para receber os hóspedes

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias