A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019

14/10/2019 06:40

Casa ficou pequena e quintal de Cyntia virou restaurante no estilo handmade

Àrea foi fechada para receber os clientes e decoração valorizou o conceito artesanal

Danielle Valentim
A bicicleta da entrada já foi do filho de Cyntia.(Foto: Paulo Francis)A bicicleta da entrada já foi do filho de Cyntia.(Foto: Paulo Francis)

Depois de um bom tempo lotando a casa de amigos, Cyntia Souza, de 44 anos, resolveu transformar a paixão em renda e caprichou na ideia. Valorizando aspectos do artesanato e da cultura, ao lado do marido Carlos Alexandre Souza Fernandes, de 40 anos, montou um restaurante no estilo handmade, ou seja, tudo feito à mão.

Logo na entrada do estabelecimento, uma antiga bicicleta do filho decora a recepção e uma namoradeira feita pelo marido complementa o cenário.

Na parede, uma bicicleta do pai foi recuperada e um fogão usado pela mãe de Cyntia também virou objeto decorativo. Se sentar no Rústico Bar e Restaurante parece mais uma viagem no tempo, com televisores e telefones da década de 1930, um misto de história e cultura.

Bicicleta ao fundo era do pai de Cyntia. (Foto: Paulo Francis)Bicicleta ao fundo era do pai de Cyntia. (Foto: Paulo Francis)
Fogão usado muito tempo pela mãe de Cyntia virou decoração. (Foto: Paulo Francis)Fogão usado muito tempo pela mãe de Cyntia virou decoração. (Foto: Paulo Francis)

O restaurante só abre aos sábados e domingos, porque Cyntia é professora e dá aula a semana toda.  “Até o fim do ano estou dando aula, mas o projeto é abrir todos os dias no ano que vem”, conta.

Ela conta que tudo começou cozinhando para os amigos aos fins de semana. O sucesso foi tão grande que em poucos meses precisou pegar cadeiras com o vizinho.

“Sempre me perguntavam qual seria o cardápio do domingo. Eles traziam os ingredientes. Mas o tempo foi passando e mais gente chegando. Os amigos começaram a trazer os familiares. Aí por sugestão deles, ao invés do ingrediente, eu comecei a cobrar. Teve um dia que juntou 70 pessoas dentro da minha casa”, conta Cyntia.

Até o ano passado, o quintal não era coberto e durante uma chuva a galera teve de se amontoar para não se molhar. Após retornar da praia no ano passado, a família tirou os planos do papel.

Parte do acervo de Cyntia. (Foto: Paulo Francis)Parte do acervo de Cyntia. (Foto: Paulo Francis)
Réplica de um telefone que remete a infância de Cyntia. (Foto: Paulo Francis)Réplica de um telefone que remete a infância de Cyntia. (Foto: Paulo Francis)

Tudo que sobrou da obra foi reutilizado na decoração, como as madeiras da varanda usadas como corrimão, a namoradeira feita pelo marido, mesas feitas com tampo artesanal e pernas de uma passadeira descartada.

“Muita coisa foi restaurada. Tudo foi sendo reaproveitado e ficou do jeitinho que eu sonhei, cada decoração, cada parede. Do jeito que eu queria”, garante Cyntia.

“Eu fui fazendo devagarinho. Ela ia pedindo e eu ia fazendo”, completa o marido.

Toda a família da professora manda bem na cozinha, mas a paixão pela gastronomia passou de avó para neta. Cyntia também já lecionava, quando fez Gastronomia em 2004.

Cada detalhe foi escolhido por Cyntia. (Foto: Paulo Francis)Cada detalhe foi escolhido por Cyntia. (Foto: Paulo Francis)
O restaurante inteiro tem decoração que remete ao rústico. (Foto: Paulo Francis)O restaurante inteiro tem decoração que remete ao rústico. (Foto: Paulo Francis)
Domingo é dia comida caipira. (Foto: Paulo Francis)Domingo é dia comida caipira. (Foto: Paulo Francis)

“Todos da minha família gostam de cozinhar, mas no fogão a lenha somente eu. O pessoal fala que paro em frente ao fogão igual a minha avó. Hoje estou fazendo o que gosto. Tudo começa no supermercado ao escolher o que será preparado, é bastante trabalho, mas estou muito feliz”, finaliza Cyntia.

O restaurante conta com espaço para música ao vivo. Aos sábados é servido a tradicional feijoada e aos domingos a comida caipira feita no fogão à lenha, ambos para se comer à vontade. O Rústico Bar e Restaurante fica na Rua Clemente Pereira, 195, Cabreúva.

Curta o Lado no Facebook e Instagram.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.