ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Arquitetura

Com pouca grana e bike na parede, Karenini deixou sala de apê mais fofa

Ela provou que é possível deixar uma sala bonita sem gastar muito dinheiro e ainda se divertindo

Por Thailla Torres | 19/01/2022 07:26
Bicicleta é lembrança de amiga que se mudou de Campo Grande. (Foto: Karenini Viana)
Bicicleta é lembrança de amiga que se mudou de Campo Grande. (Foto: Karenini Viana)

Quem disse que não dá para deixar a sala de um apartamento de aproximadamente 60 m² linda gastando pouco? Olhe bem essa sala da Karenini Viana, 29 anos, que é designer de moda e pós-graduada em marketing. Muitos desses móveis e detalhes foram garimpados e reformados por ela.

O apartamento fica no Chácara Cachoeira. Todo branco, pouca grana e muita mão na massa. Foi exatamente essa ordem de trabalho que fez Karenini deixar a sala aconchegante e com uma paleta de cores que ela adora: turquesa, rosa e laranja.

As cores, claro, dividem espaço como amor dela pelas plantas, que estão em cantinhos estratégicos, trazendo um pedacinho da natureza para dentro da casa.

A residência com três quartos virou também espaço de hospedagem para conhecidos e, ao longo do tempo, foi parar na plataforma de aluguel Airbnb e esse é mais um dos nossos “achadinhos” por lá.

“Sempre algum conhecido pedia para ficar algum tempo por lá, eu alugava um quarto, porque o apartamento é todo mobiliado. Depois da última colega que morou lá, eu pensei em colocar na plataforma, gosto dessa ideia de ser anfitriã”.

Ela pintou a porta, reformou banco de madeira, garimpou objetos e inseriu plantinhas. (Foto: Karenini Viana)
Ela pintou a porta, reformou banco de madeira, garimpou objetos e inseriu plantinhas. (Foto: Karenini Viana)

Já sobre a decoração, como designer, ela diz que de uma paleta de “cores coordenadas” e uma decoração “que converse”. Antes de se mudar, ela admite que era rígida a comprar uma série de utensílios. “Assim, quis deixar maior parte do espaço branco, com móveis brancos, para que detalhes em rosa, laranja e turquesa pudessem ser o contraste”.

Tem o laranja do pendente no meio da sala, os diferentes tons de rosa no crochê da mesa, almofadas, quadros, vasinho de planta e até tapete de yoga. Já o turquesa aparece na cafeteira, em alguns vasos de planta, decoração e o ponto alto da decoração, uma Caloi 7 original, mas reformada.

A bicicleta foi parar na parede e é lembrança de uma amigo que mudou-se de Campo Grande. “A bicicleta ficou comigo, depois eu comprei e deixei  ela de decoração. Os quadros ficavam onde a bicicleta está hoje, eu até pensei em deixar no quarto, mas acho que a cor dela combinaria com a sala”.

O veado na parede também ganhou um toque “faça você mesmo”. A designer comprou em MDF e pintou. Já o banco de madeira branco, ela comprou numa loja de móveis usados, lixou e pintou também.

“Foi uma transformação mais econômica. Outro móvel aproveitou descontos da Black Friday. É claro que eu teria móveis de design, mas não é a minha realidade neste momento, então, por que não integrar o ‘faça você mesmo a decoração’?” E foi exatamente o que Karenini fez, deixando a sala gostosa para receber os amigos e estar junto com quem ama.

Espelho no canto foi para trazer a sensação de amplitude. (Foto: Karenini Viana
Espelho no canto foi para trazer a sensação de amplitude. (Foto: Karenini Viana

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias