A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

01/07/2018 07:10

Com verde amarelo do carro até a casa, Brasil é mais que um apelido para Ednaldo

Ele jura que preserva a homenagem ao Brasil na decoração da casa, independente da época de Copa

Thaís Pimenta
Casa está em reforma para o churrasco que prevê o Brasil na final! (Foto: Paulo Francis)Casa está em reforma para o churrasco que prevê o Brasil na final! (Foto: Paulo Francis)

Para o empresário Ednaldo Aparecido dos Santos, de 47 anos, o Brasil é mais que terra natal ou nome de torcida em época de Copa do Mundo. Brasil é o apelido dele, nome de suas três lojas de materiais de construção, e mania que influencia até no estilo de vida.

Vestido dos pés à cabeça de verde amarelo, tem a bandeira do Brasil de tela de celular, e o hino nacional é, claro, toque do telefone. A caráter, ele recebe a equipe do Lado B, que chegou de supetão ao endereço dele, casa também dominada pelo verde amarela. Na fachada já é possível imaginar que se trata de um sobrado diferente, da casinha dos dois rottweilers até à sala de estar, as cores são predominantes e só não vão além porque a esposa, Valdirene Rodrigues, não deixa.

"Eu já acostumei com a loucura dele, mas acho que tá bom assim", brinca ela. Já os cinco filhos acham que o Brasil pode tomar a casa toda e acham o máximo essa história de verde amarelo em qualquer época.

A paixão pelo Brasil e pelas cores da bandeira começou há 15 anos. Nascido no Paraná, Ednaldo veio para Campo Grande a convite dos tios, chegou desempregado. Conseguiu uma vaga em uma fábrica de postes, que faliu. Depois, trabalhou em três lojas de materiais de construção como vendedor.

Fachada da loja que começou como portinha tem até o ponto de ônibus nos tons.(Foto: Paulo Francis)Fachada da loja que começou como portinha tem até o ponto de ônibus nos tons.(Foto: Paulo Francis)

Esperto, decidiu abrir seu próprio negócio com o dinheirinho suado que conseguiu ir juntando em cada novo trabalho. "O primeiro depósito era uma portinha pequena,", lembra ele. Ao pensar num nome para loja, veio o Brasil à cabeça. "Eu fui pesquisar o que já existia, de letra em letra do alfabeto. Com a letra A nada que eu gostasse tava liberado, e foi com o B que me veio em mente o nome do nosso país".

Para Ednaldo, o nome deu sorte para seu negócio. E não demorou muito pra ele passar a ser conhecido como o dono da loja Brasil e, de cara, passou a ser seu apelido no bairro. "Aqui todo mundo me conhece assim, por esse nome. Ednaldo só mesmo a família. A gente sempre fez tudo na simplicidade e isso, junto ao nome chiclete, deram vez às lojas e ao meu nome. Sou muito grato".

Quem não conhece a história do empresário. pensa que ele faz todo esse investimento e se torna quase que um fanático só na Copa do Mundo, mas ele  nega e diz que o amor e a caracterização veio muito antes do torneio  da Fifa. A chácara, como ele mesmo denomina sua casa, veio depois das lojas.

Até o estofado do carro de Ednaldo não poderia ser comum: é nos mesmos tons que colorem a vida dessa amante brasileiro. "Sobre a Copa eu, claro, estou torcendo pra nossa seleção, e sou muito otimista, acho sim que levaremos o hexa pra casa dessa vez", diz.

Brasil é patriota dos pés a cabeça. (Foto: Paulo Francis)Brasil é patriota dos pés a cabeça. (Foto: Paulo Francis)
Verde e Amarelo chegam até a sala de casa. (Foto: Paulo Francis)Verde e Amarelo chegam até a sala de casa. (Foto: Paulo Francis)

Brasil faz questão de explicar que costuma reformar de dois em dois anos. Por isso ainda está sendo pintada. O motivo de tanto cuidado é que, se a seleção chegar à final, o chefe prometeu um churrascão, com os funcionários e as famílias, em casa.

"Em 2014 eu consegui fazer uma festa a cada jogo, mas esse ano está bem mais parado, estou vendendo menos, então prometi que depende da seleção", justifica.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Casa está em reforma para um churrasco com os funcionários se o Brasil chegar nas finais. (Foto: Paulo Francis)Casa está em reforma para um churrasco com os funcionários se o Brasil chegar nas finais. (Foto: Paulo Francis)
Casa de Puliça e Leão é pintada nos mesmos tons. (Foto: Paulo Francis)Casa de Puliça e Leão é pintada nos mesmos tons. (Foto: Paulo Francis)
No interior de uma das três lojas de Brasil, verde e amarelo predomina. (Foto: Paulo Francis)No interior de uma das três lojas de Brasil, verde e amarelo predomina. (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.