A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

30/05/2018 07:23

De portas abertas, Supapo Criativo inova com galeria escola focada no design

Projeto é um pontapé corajoso da arquiteta Luciana Teixeira, que abre diálogo sobre arquitetura, design e marketing

Thaís Pimenta
Tekoha Nhanderu - Aldeia de Deus é a exposição que une as fotografias e os móveis inspirados na cultura Guarani Kaiowá (Foto: Fernando Antunes)Tekoha Nhanderu - Aldeia de Deus é a exposição que une as fotografias e os móveis inspirados na cultura Guarani Kaiowá (Foto: Fernando Antunes)

A proposta é inovadora e ainda desconhecida por essas bandas de Mato Grosso do Sul. Dando o pontapé corajoso, a arquiteta Luciana Teixeira inaugura hoje, às 20h, a primeira galeria escola de Campo Grande, o Supapo Criativo. 

Com o foco no design de móveis, a cenografia, o desenvolvimento luminotécnico, o marketing e a inovação, o espaço vai funcionar como uma galeria de arte de protótipos autorais, de fotografia, artes visuais e tudo que tenha a ver com arte. Sob o viés educacional, o Supapo oferecerá workshops, cursos e rodas de conversa afim de fomentar essa área e criar um espaço ainda inexistente por aqui.

"Minha intenção é trabalhar com o empreendedorismo social, ou seja, ter o Supapo como um espaço democrático, que abrigue a todos que tenham curiosidade de entender esse mundo do design. Quero fomentar esse mercado de consumo de arte que eu, como arquiteta, sei que existe aqui, e que são poucos os locais que oferecem uma peça autoral, única", diz Luciana.

Antes de ser uma idealizadora, Luciana é uma profissional que realiza projetos residenciais e comerciais. Então, sua fome de conhecimento vem da necessidade de se manter atualizada no setor. Foi numa dessas que ela investiu no design de móveis e criou a poltrona Rock'n'roll. Ali, ao mesmo tempo que nascia uma nova paixão pessoal, surgia a primeira idealização do Supapo.

Luciana Teixeira é a arquiteta idealizadora do Supapo Criativo. (Foto: Fernando Antunes)Luciana Teixeira é a arquiteta idealizadora do Supapo Criativo. (Foto: Fernando Antunes)
Destaque para a cadeira Nhanderu, à esquerda, e a Rock'n'roll a direita. (Foto: Fernando Antunes)Destaque para a cadeira Nhanderu, à esquerda, e a Rock'n'roll a direita. (Foto: Fernando Antunes)
Mesas, cadeiras autorais e obras de Marcelo ao fundo. (Foto: Fernando Antunes)Mesas, cadeiras autorais e obras de Marcelo ao fundo. (Foto: Fernando Antunes)

"É um mercado não explorado. A área de produção também é outra que peca muito, visto que não temos um especialista no assunto na região. Então, quero trazer essas pessoas para fomentar um intercâmbio mesmo, de conhecimento".

A galeria também estreia com acervo fotográfico de Marcelo Santos Braga, Alexis Prappas, Priscila Pessoa e Gabriel Quartim. Nas artes visuais, quem expõe é o corumbaense Edson Castro, além de Humberto Espíndola, com a bovinocultura, e ainda há um acervo extenso de Ilton Silva.

No design, o Supapo expõe as coleções de Luciana, com suas poltronas autorais e destaque para a cadeira Nhanderu, feita em conjunto com os índios da aldeia de Jaguapiru, de Dourados. A temática indígena acabou permitindo que se criasse uma exposição com união das duas áreas, batizada de Tekoha Nhanderu - Aldeia de Deus. "Por coincidência, eu e o Marcelo estávamos pesquisando, mergulhados mesmo na temática em 2015, cada um em uma aldeia Guarani Kaiowá no Estado. Então, as imagens se conectam com os móveis, e vice-versa", completa ela.

 

Protótipos criados por Luciana. (Foto: Fernando Antunes)Protótipos criados por Luciana. (Foto: Fernando Antunes)

O primeiro curso "Design de Mobiliário e Cultura Maker" está marcado para ocorrer de 8 a 30 de junho, sempre às sextas e sábados. Ministrado por José Sarmento, mestre em design e doutor em educação. O uso da impressora 3D é um dos temas abordados no curso.

"O bacana é que nós temos a proposta do faça você mesmo, ou seja, aprenda fazendo, isso é a cultura maker que dá nome do curso. Por conta disso, o aluno já sai daqui com um protótipo em pequena escala do que foi criado no Supapo". São disponibilizadas, no máximo 25 vagas, e o custo é de R$ 650,00.

Para o dia 2 de junho, está marcada a mesa redonda Supapo Fotográfico, com Alexis Prappas, Quartimm e Marcelo Braga. A entrada é gratuita.

De 15 a 16 de junho é a vez do Workshop de Cenografia e Espaços Efêmeros com a especialista arquiteta Suzane Queiroz, do Rio de Janeiro. No curso, ela explora temas como a cenografia em campo ampliado no palco e além do palco, estimulando a criação por meio do desenvolvimento de projetos a partir de briefings em contextos reais. Ela demonstra o passo a passo de um projeto e desenvolve habilidades manuais e subjetivas através da construção de maquetes como recurso de criação e representação. O investimento é também de R$ 650,00.

Mesas da coleção Lolipoop, criadas por Luciana. (Foto: Fernando Antunes)Mesas da coleção Lolipoop, criadas por Luciana. (Foto: Fernando Antunes)

De 18 de junho a 9 de julho haverá o curso Iluminação Eficiente e Possibilidades Criativas, às segundas e quartas, com a arquiteta Luizana Fabiani. "O aluno sai entendendo a funcionalidade das fontes luminosas artificiais, suas características técnicas, aplicação de luminárias, além de contribuir para a escolha correta para definição de projetos, também de compreender, na prática, a aplicação criativa da luz em projetos de arquitetura", explica Luciana.

O evento de lançamento do Supapo é aberto ao público, com apresentação das Boss Tones. A festa acontece na Via Park, 1210, com presença de food trucks.

Curta o Lado B no Facebook  e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.