A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

10/10/2017 06:20

Em 500 m², cinza e dourado dominam casa com ‘cara’ de monarquia moderna

Residência de casal jovem mescla clássico e contemporâneo e tem até moldura banhada a ouro

Thailla Torres
Em 500m², a residência ficou luxuosa, usando a cor cinza de um jeito menos tradicional. (Foto: Fellipe Lima)Em 500m², a residência ficou luxuosa, usando a cor cinza de um jeito menos tradicional. (Foto: Fellipe Lima)

Há muito tempo o cinza é o pretinho básico da decoração, normalmente usado em projetos de personalidade bem urbana. Mas em 500m² de residência no Condomínio Terras do Golfe, a cor ganhou a função de sofisticar. A casa de um jovem casal ficou luxuosa quando eles resolveram usar a cor cinza de um jeito menos convencional, na combinação com muito dourado e até espelho de moldura banhada a ouro.

O projeto é assinado pelas arquitetas Jaqueline Menin e Mariana Paro que atenderam ao pedido da proprietária, apaixonada por cinza, mas que fazia questão de receber os amigos em um espaço que trouxesse a sensação de conforto e elegância. "Quando nos disse a preferência pela cor, sabíamos que ela tinha que ser o ponto chave em todos os ambientes da casa", conta a arquiteta Jaqueline Menin.

Para quem entra na casa, o destaque se volta para o living com detalhes no estilo clássico Luiz XV. (Foto: Fellipe Lima)Para quem entra na casa, o destaque se volta para o living com detalhes no estilo clássico Luiz XV. (Foto: Fellipe Lima)

Para não carregar os ambientes com a mesma linha de decoração, a escolha foi mesclar inspirações e seguir a tendência que une o clássico ao contemporâneo. Quem entra, logo se surpreende com o living, de detalhes no estilo clássico Luiz XV, na imponência do pé direito de 5,80 metros.

O clássico está nas paredes com boiseries, as molduras de gesso, e também em grandes espelhos  e quadros em dourado, outra cor muito presente, que garante o glamour esperado pelos proprietários. 

Alguns sofás parecem ter saído de um castelo na Inglaterra e contrastam com outros de linhas retas e modernas. 

Já na sala de jantar quase todo mobiliário é contemporâneo. Há cadeiras com estrutura de madeira clara, buffet e mesa em laca cinza claro, e o lustre pendente mais tradicional, novamente componto com as boiseries que voltaram a virar tendência de decoração. Mas com o excesso de cores claras, para quebrar a frieza, Jaqueline e Mariana optaram por uma grande obra de arte colorida.

Todos os espaços são muito bem aproveitados. Ao lado da escada moderna de vidro, poucos metros quadrados foram suficientes para montar um bar, com poltronas para aquele drinque de fim do dia. O lugar ganhou toques em linhas retas e mobiliário em madeira para aconchegar e surpreender diante do ar de monarquia do restante da casa.

Veja mais desse passeio pelo luxo e funcionalidade do projeto.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Na sala de jantar um mobiliário mais moderno. (Foto: Fellipe Lima)Na sala de jantar um mobiliário mais moderno. (Foto: Fellipe Lima)
Harmonia entre a madeira e os tons de cinza. (Foto: Fellipe Lima)Harmonia entre a madeira e os tons de cinza. (Foto: Fellipe Lima)
O bar, ganhou toques em linhas retas. (Foto: Fellipe Lima)O bar, ganhou toques em linhas retas. (Foto: Fellipe Lima)


Pôxa vida, acredito que em só uma dessas salas o valor dos sofás dariam para pintar toda minha casa, os portões, limpar o telhado, passar uma resina, arrumar a calçada que está toda quebrada, colocar dois vidros que estão faltando, por box no meu banheiro e ainda sobraria um dindinzinho pra pagar alguém para fazer a limpeza pós obra. Mas, porém, entretanto... vou ter que fazer tudo à prestação e quando eu conseguir terminar o último estágio, já vou ter que recomeçar tudo de novo de tanto tempo que leva hahaha. Parabéns aí ao jovem casal... um paraíso o dentro de casa... rum casa não... palácio... ai que tuuudoooo!! S2 :)
 
Marcia em 10/10/2017 07:33:09
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.